Raiz(CAMPEÃO)  X  Alfredo Nascimento (verde), válido pela finalA equipe da Raiz foi a vencedora da 5ª edição da Copa dos Bairros. O tradicional torneio de futebol, promovido pela Prefeitura de Manaus, começou em julho do ano passado, reunindo mais de cinco mil jogadores da cidade, distribuídos em 144 equipes. A vitória da Raiz foi conquistada em um triangular final, envolvendo a Cidade de Deus, que garantiu o vice-campeonato, e o Alfredo Nascimento, em terceiro lugar. O prefeito em exercício, Hiram Nicolau, entregou as medalhas e troféus às equipes campeãs.

A disputa do último jogo da final foi na noite desta terça-feira, 3, no estádio Carlos Zamith, localizado no bairro do Coroado, zona Leste, entre a Raiz e o Alfredo Nascimento. Depois de um empate no tempo regular em 2 a 2, a equipe da Raiz foi a vencedora nos pênaltis. Pela soma de pontos, o time Cidade de Deus ficou em segundo lugar e o Alfredo Nascimento em terceiro.

A competição é organizada por meio da Secretaria Municipal de Juventude, Esporte e Lazer (Semjel). O prefeito de Manaus em exercício, Hiram Nicolau, parabenizou a equipe campeã e destacou a importância do evento para a promoção do esporte na cidade. “Isso aqui é a prova de que a Prefeitura de Manaus faz de tudo pelo esporte. Esporte é cidadania, é saúde. Esta final foi de alto nível e, quem sabe, daqui não sai um craque para reforçar o meu Flamengo e o do prefeito Arthur Virgílio Neto”, comentou Nicolau.

O torneio começou na primeira quinzena de julho. As três melhores equipes levaram para casa um carro 0 km. Os quatro artilheiros da competição irão dividir o prêmio destinado ao maior goleador do torneio: uma motocicleta zero quilômetro.

Para o secretário municipal de Juventude, Esporte e Lazer, Elvys Damasceno, o mais importante para a Prefeitura de Manaus é continuar com a tradição de incentivar o futebol nas comunidades. “Na verdade é uma grande confraternização entre os bairros, uma confraternização esportiva e saudável, em que todo mundo quer ganhar, todos querem participar. É bom para todo mundo, todos ganham equipamento e o torneio movimenta até a economia dos comércios nos bairros nos dias de jogos. A Copa dos Bairros é isso. Tem essa integração bela do esporte nas comunidades de Manaus”, explicou.

Show no campo

O destaque da final ficou por conta do atacante da Raiz, Júnior “Neymar”, que marcou os dois gols para o time, foi um dos quatro principais artilheiros, e eleito o craque da competição.

Outro jogador que recebeu elogios por seu futebol em campo foi Robson Garanha, atleta da Raiz. Para ele, a hora da premiação foi o momento de extravazar toda a tensão da disputa. “O sentimento é de alegria. O campeonato foi muito difícil. Os atletas têm qualidade e todos viram o bom futebol demonstrado pelas equipes”, disse.

Segundo o organizador da competição, Thiago Durante, o torneio ocorreu de acordo com o planejado. “As equipes lutaram para levar o título, mas a equipe da Raiz contou com um diferencial que foi o jogador Júnior “Neymar”. Não foi à toa que ele foi eleito o craque do campeonato”, disse.

O jogo

Pouco após o árbitro apitar o começo da partida, Júnior “Neymar” ficou cara a cara com o goleiro da equipe do Alfredo Nascimento e deu um leve toque na bola, que cobriu o goleiro, abrindo o placar. Na metade do primeiro tempo, o meio-campo Arllem, agora único tricampeão da Copa dos Bairros, saiu para a entrada de Rossi, que no seu primeiro lance se envolveu em confusão com o atacante Romário, da equipe da zona Norte, e os dois foram expulsos.

No último lance da primeira etapa, “Neymar” recebeu passe de Vilán, que driblou o zagueiro e o goleiro para ampliar o placar.

No segundo tempo, a equipe do Alfredo Nascimento abriu o placar com Birica, que marcou de pênalti após o goleiro da Raiz fazer falta dentro da grande área. Momentos depois, o goleiro chutou a bola para fora do campo e foi expulso. O goleiro reserva Alex entrou no lugar do atacante Garanha. Perto do fim da partida, o meia Marinaldo chutou a bola em direção ao gol, desviando do zagueiro da Raiz e entrando diretamente na rede do adversário.

Pênaltis

Após a decisão terminar empatada em 2 a 2, os jogadores disputaram as penalidades. Alfredo Nascimento abriu o placar e em seguida Raiz empatou. Na segunda cobrança da equipe da zona Norte, o goleiro do time campeão defendeu o chute de Duduzinho. A última e decisiva cobrança foi feita por Júnior Negão, que marcou e deu o título inédito para os jogadores da Raiz.

“Fico feliz em marcar esse gol importante para o nosso time. Consegui entrar no final e dar o melhor para a equipe. Agora, só nos resta a comemoração desse primeiro título, obtido com o esforço de todos os companheiros”, finalizou Júnior Negão, 26, que disputou pela segunda vez a Copa dos Bairros.