Prefeitura comemora a marca de 800 mil pessoas vacinadas com a primeira dose contra a Covid-19 em Manaus

Comprometida com a proteção vacinal da população manauara, a Prefeitura de Manaus atingiu nesta terça-feira, 29/6, por volta das 14h, a marca de 800 mil pessoas vacinadas com a primeira dose contra a Covid-19 na capital. O número foi alcançado durante o trabalho de intensificação da campanha municipal determinado pelo prefeito David Almeida, realizado pelas equipes da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), responsável pela operacionalização da vacinação na capital.

Para o prefeito David Almeida, o resultado é uma demonstração clara de um trabalho de dedicação e comprometimento, que envolve preparo técnico e muita sensibilidade. “Estamos muito felizes com este resultado porque representa o nosso empenho na luta para preservar a vida dos manauaras. É uma luta diária para agilizar o acesso da população à vacina contra a Covid-19 e os bons resultados nos deixam muito fortalecidos”, assinala.

A Semsa mobilizou 250 equipes de vacinação, com mais de 2 mil pessoas, para atuar em 19 pontos de vacinação instalados nas áreas de grande circulação de pessoas. Um destes pontos é o Studio 5 Centro de Convenções, que fica na avenida General Rodrigo Octávio, no Distrito Industrial 1, zona Sul de Manaus, direcionado ao atendimento de pedestres.

A titular da Semsa, Shádia Fraxe, acompanhou as atividades no local e salientou que ao chegar à marca de 800 mil doses, Manaus vivencia mais um momento histórico na área da saúde do município, que desde o dia 19 de janeiro deste ano vem realizando uma campanha bem planejada e ágil. “Nossas equipes estão muito comprometidas em garantir vacinas à população manauara. Desde janeiro temos planejado cada uma das nossas ações de modo a facilitar e agilizar o acesso aos imunizantes e os resultados são fruto desse empenho e da participação popular”, assinalou.

Segunda dose

A secretária Shádia Fraxe reforçou a importância da segunda dose da vacina para completar a proteção contra a Covid-19, que também está sendo ofertada durante a intensificação da vacinação. Os que já se encontram no prazo para receber a segunda dose (28 dias para a CoronaVac e 84 dias para a AstraZeneca), devem procurar um dos locais indicados pela Sesma. As segundas doses de CoronaVac continuam a ser oferecidas exclusivamente no ponto que funciona no Parque Municipal do Idoso, e as de AstraZeneca estarão disponíveis apenas nas UBSs.

“A proteção só está completa quando a segunda dose é administrada e por isso todos devem cumprir esse compromisso individual, que tem impacto direto na coletividade”, pontuou.

Texto – Tânia Brandão/Semsa

Foto – Camila Batista /Semsa