25.3 C
Manaus
segunda-feira, fevereiro 26, 2024

Prefeitura de Manaus amplia frota do Samu com 16 motolâncias para atendimento de emergências pré-hospitalares

O prefeito de Manaus, David Almeida, entregou, na manhã desta sexta-feira, 5/12, para o Serviço Móvel de Urgência (Samu Manaus), 16 novas motolâncias que permitirão ampliar a capacidade de atendimento aos casos de urgência e emergência em todas as zonas geográficas da capital. Os novos veículos foram entregues na Central de Regulação das Urgências, localizada no centro da cidade, e começam a operar de imediato.

Com a entrega, a frota sobe de 5 para 21 motocicletas adaptadas para serviço. “Nós tínhamos cinco motos, e hoje com as 16 novas motolâncias a gente já sai para 21. Estamos buscando, dessa forma, otimizar e melhorar o atendimento, o socorro às pessoas. As respostas ficarão mais rápidas, e nós vamos atuar em oito zonas, com maior dinamismo e mais qualidade, ofertando também melhores condições aos servidores do Samu para que eles possam fazer um bom serviço e prestar um bom atendimento”, afirmou Almeida.

Na oportunidade, o chefe do Executivo municipal destacou também o avanço da construção de uma nova base do Samu, como forma de ampliar e melhorar a cobertura da Atenção Básica ofertada pela prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa).

“Nós estamos finalizando a licitação para a contratação da empresa que vai fazer uma nova base do Samu. A base central do Samu será refeita e será construída ainda este ano. Dessa forma, otimizando os nossos serviços e melhorando a prestação desses serviços aos moradores da cidade de Manaus”, completou o prefeito.

As chamadas de motolâncias compõem o conjunto de veículos utilizados pelo Samu local, que conta também com ambulâncias tradicionais e fluviais (motolanchas), e agilizam a chegada das equipes de socorristas ao local da ocorrência, antecipando a assistência até a chegada, se necessário, de uma ambulância de suporte básico ou de suporte avançado. Até o momento, cinco motolâncias estavam em operação na cidade.

“Essa renovação tem um caráter fundamental no atendimento pré-hospitalar, melhorando o tempo resposta do Samu Manaus. Dessa forma, a prefeitura está ofertando meios para trabalhar e reforçando a questão do atendimento pré-hospitalar, dando assim mais dignidade à população que procura o atendimento de saúde”, pontuou o subsecretário de Gestão da Saúde, Djalma Coelho.

Serviços

Os novos veículos estão equipados com todos os recursos necessários ao atendimento inicial de situações clínicas e traumáticas, incluindo Desfibrilador Automático Externo (DEA), cilindro de oxigênio, estetoscópio, glicosímetro, oxímetro portátil de pulso, entre outros, além de materiais como colar cervical, ataduras, compressas e gases, talas de imobilização, seringas, cateteres, material de via aérea básico e ressuscitador manual.

Em 2023, o Samu, que é gerenciado pela Semsa, realizou mais de 55 mil atendimentos de urgência e emergência pré-hospitalar. Além das motolâncias, o serviço opera com 34 Unidades de Suporte Básico (USB), sete Unidades de Suporte Avançado (USA) e duas Unidades de Suporte Avançado Fluviais (Usaf).

O Samu funciona 24 horas, de forma ininterrupta, e é formado por 506 profissionais, que atuam nas diversas unidades do serviço: na Central de Regulação das Urgências, nas dez bases descentralizadas terrestres, na base fluvial e na base de remoção inter-hospitalar.

— — —

Texto – Beathriz Torres / Semcom e Andréa Arruda / Semsa

Fotos – Dhyeizo Lemos e Valdo Leão / Semcom

spot_img