Take a fresh look at your lifestyle.

-publicidade-

Prefeitura de Manaus mantém diversas frentes de obras em bairros da zona Sul

A Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf), atua nesta terça-feira, 27/4, em diversas frentes de obras nos bairros da zona Sul da capital. Os serviços atendem à determinação do prefeito David Almeida e do vice-prefeito Marcos Rotta de estabilizar 10 mil ruas até o final do ano.

“Nossos distritos de obras estão todos os dias nas ruas para atuar de maneira emergencial nos trechos mais precários da cidade. Na zona Sul, existem diversas ruas que há muito estavam sem nenhuma melhoria e, devido ao grande fluxo de veículos e a chuvas, acabaram ficando praticamente intransitáveis em alguns pontos. A determinação do prefeito David é de que estabilizemos essas vias ainda no inverno, para garantir infraestrutura e trafegabilidade para a população”, afirmou o vice-prefeito e secretário municipal de Infraestrutura, Marcos Rotta.

As equipes do Distrito de Obras do Morro da Liberdade, que atende a região, atuam com serviços de tapa-buracos em diversas vias do bairro do Educandos, como as ruas Coronel Gonzaga, Paes Barreto e a avenida Leopoldo Peres, uma das mais importantes da região e com um dos maiores fluxos de veículos da capital.

Além do asfalto aplicado nas vias, as equipes atuam em diversas frentes de drenagem, seja profunda, com a troca e revitalização de tubulações, como a superficial que abrange a revitalização de meio-fio, calçadas e sarjetas. Os trabalhadores da Seminf atuam na revitalização de drenagens no Beco do Pescador, no Mauazinho, na rua 13, no Jardim Mauá, na avenida São Pedro, no Morro da Liberdade e na rua Edgar Neves, no São Lázaro

Somente nos primeiros 100 dias da nova gestão, a prefeitura atuou em mais de 200 frentes de obras desse tipo, uma das mais recorrentes, principalmente no período de chuvas, devido à tubulação antiga que corta a cidade, além de diversos fatores externos como entupimentos de tubos pelo excesso de lixo despejado pela população.

Texto – Divulgação / Seminf

Foto – Márcio Melo / Seminf

-publicidade-