As Principais Notícias do Estado do Amazonas estão aqui!

Prefeitura de Manaus participa de 7ª edição da ‘Expo Tuberculose em Escolas’

Representantes da Prefeitura de Manaus participaram nesta sexta-feira, 20/9, da 7ª Edição da Expo Tuberculose nas Escolas (ExpoTB), evento organizado pela Secretaria de Estado de Educação (Seduc) e que aconteceu no Instituto de Educação do Amazonas (IEA), bairro Centro, das 8h às 11h30.

A programação reuniu estudantes, professores e gestores representando 35 escolas da Coordenadoria Distrital de Educação 01 (CDE 01), que abrange os bairros Matinha, Aparecida, Centro, São Francisco, Praça 14 e Cachoeirinha, na zona Sul de Manaus.

O chefe do Núcleo de Controle da Tuberculose da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), enfermeiro Daniel Sacramento, explica que a ExpoTB é realizada de forma itinerante nas escolas estaduais, em uma parceria entre Seduc, Semsa, Secretaria de Estado da Saúde (Susam) e o Comitê Estadual de Controle da Tuberculose, com o objetivo de instrumentalizar representantes da área de educação para que possam executar ações de prevenção à tuberculose.

“Mesmo tendo alta incidência no Amazonas e em Manaus, ainda existe falta de informação sobre a tuberculose entre a população e por isso é importante esclarecer os conceitos básicos da doença, a causa, transmissão e a importância do tratamento”, afirmou Daniel Sacramento.

Em 2018, o município de Manaus registrou 2.310 casos novos de tuberculose. De janeiro a junho deste ano, foram registrados 783 novos casos de tuberculose pulmonar. “É preciso sempre destacar a importância do diagnóstico, tratamento e cura da doença para interromper a cadeia de transmissão e evitar novos casos. Em cada número reduzido da doença é possível evitar que entre 10 a 15 pessoas sejam infectadas”, destacou o enfermeiro.

A programação da ExpoTB contou com a apresentação dos temas “Situação da Tuberculose no Mundo, Brasil, Amazonas e Manaus” e “Conceitos básicos: doença, agente causador da doença e transmissão”, conduzidos por técnicos da Semsa, além de abordagem sobre “Diagnóstico e tratamento no adulto e na criança”, “Importância do tratamento e medidas de controle na Tuberculose no Amazonas” e “Tuberculose no contexto escolar”.

Durante o evento, o coordenador do Distrito de Educação 01 (CDE 01), professor Adson Coelho Cordeiro, destacou a importância do espaço escolar para o desenvolvimento de políticas públicas, entre elas as políticas de saúde para a prevenção de doenças.

“Hoje, chegando à escola, fui surpreendido com um aluno perguntando o que é tuberculose. Então, é possível verificar que muitas pessoas ainda desconhecem a doença e a ExpoTB é uma estratégia para reduzir a falta de informação sobre o assunto”, assegurou o coordenador.

Transmissão

A tuberculose é uma doença infecciosa e transmissível que afeta prioritariamente os pulmões, embora possa atingir outros órgãos e sistemas do corpo humano, sendo causada pelo Mycobacterium tuberculosis ou bacilo de Koch.

É uma doença de transmissão aérea. Ao falar, espirrar e, principalmente, ao tossir, as pessoas com tuberculose ativa lançam no ar partículas em forma de aerossóis que contêm bacilos, podendo transmitir a doença para outras pessoas.

O principal sintoma da tuberculose é a tosse, mas também podem estar presentes sintomas como febre vespertina, sudorese noturna, emagrecimento e cansaço/fadiga.

O tratamento da tuberculose dura no mínimo, seis meses, é gratuito e disponibilizado no Sistema Único de Saúde (SUS).

Texto – Eurivânia Galúcio / Semsa

Foto – Divulgação/Semsa

você pode gostar também