Take a fresh look at your lifestyle.

-publicidade-

-publicidade-

Prefeitura de Manaus passa a oferecer serviço de acolhimento psicossocial aos profissionais da educação

Para apoiar os profissionais da educação da rede municipal de ensino durante o atual período de isolamento social, a Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semed), oferece de forma gratuita um trabalho de acolhimento e escuta a esse público. O atendimento, coordenado pela Gerência de Desenvolvimento do Servidor/Serviço Social (GDS), será oferecido nos formatos presencial ou remoto, com prévio agendamento pelos números (92) 98816-0284 e 98842-6890.

O atendimento será feito em duas etapas. Na primeira, o servidor deve entrar em contato para agendar o dia com uma das psicólogas. Na segunda fase, será realizado o contato com o usuário para confirmar o atendimento e saber se o servidor quer conversar por videochamada ou se prefere no formato presencial. A chefe da GDS, Wânia Braga, explica qual o principal foco da ação.

“Um dos objetivos dessa ação é promover o momento de acolhimento ao servidor da educação municipal de Manaus, por meio da escuta, auxiliando no seu bem-estar psicossocial, uma das orientações do prefeito David Almeida, que vem demonstrando preocupação com a saúde dos servidores, por meio de ações internas. O atendimento se enquadra àqueles servidores que estão com dificuldades vivenciadas por conta do distanciamento social ou que estão se sentindo fragilizados nesse momento”, pontuou Wânia.

O servidor que desejar receber um tratamento clínico mais profundo, deve procurar os profissionais disponibilizados pelo Serviço de Assistência à Saúde dos Servidores Públicos de Manaus (Manausmed).

Agendamento

Os horários disponibilizados são das 8h às 11h e 13h30 às 16h30.

O profissional que não conseguir agendar um horário por telefone, pode procurar o setor de serviço social da Semed ou das Divisões Distritais Zonais (DDZs).

O atendimento seguirá até o final do ano, mas caso haja necessidade poderá ser prorrogado.

Texto – Emerson Santos / Semed.

Foto – Alex Pazzuello / Semed

-publicidade-