Take a fresh look at your lifestyle.

-publicidade-

-publicidade-

Prefeitura de Manaus promove ação educativa de combate ao Aedes aegypti

A Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), vai iniciar na terça-feira, 23/3, a intensificação de ações de Educação em Saúde no combate ao Aedes aegypti, direcionada aos bairros com maior número de notificações de dengue, conforme determinação do prefeito David Almeida.

A programação terá início no bairro Lírio de Vale, zona Oeste, que registrou este ano 53 casos notificados de dengue, com 20 casos já confirmados. Coordenada pela a gerência de Promoção à Saúde (GPROS) e pelos núcleos de Controle da Dengue e de Entomologia e Controle Vetorial, a ação contará com o apoio de agentes de endemias no Distrito de Saúde (Disa) Oeste, com orientação para adesão da população ao “Check List – 10 Minutos contra o Aedes”.

O chefe do Núcleo de Controle da Dengue, Alciles Comape, explica que a estratégia “10 Minutos contra o Aedes” vem sendo utilizada em Manaus para reduzir o número de criadouros do mosquito e consiste em orientar a população, para realizar semanalmente, em apenas dez minutos, dentro de casa, uma vistoria que possa eliminar possíveis criadouros do Aedes.

“Esse trabalho interrompe o ciclo reprodutivo do Aedes, já que seu ciclo de vida, do ovo ao mosquito adulto, leva de sete a dez dias. Então, com a ação semanal em cada residência, é possível evitar a proliferação do mosquito e a transmissão da dengue”, informa Alciles Comape.

Além do bairro Lírio do Vale, a mesma ação vai acontecer na quarta-feira, 24/3, no bairro Japiim 1 (zona Sul); na quinta-feira, 25/3, no Zumbi 1 e 3 (zona Leste); e na sexta-feira, 26/3, no Nova Cidade 4ª Etapa (zona Norte).

O bairro Japiim registrou 27 casos notificados de dengue e dez casos confirmados e o Nova Cidade teve 25 notificações e 13 casos confirmados este ano. No bairro Zumbi, a preocupação é com uma possível subnotificação de casos e a Semsa já iniciou um trabalho de busca ativa naquela área.

De acordo com a chefe do setor de Educação em Saúde e Mobilização Social, Lilian Zacarias, será feito um trabalho de comunicação, utilizando um carro de som, chamando a atenção da população e divulgando as formas de prevenção à dengue e sobre os sintomas da doença, nas ruas de cada bairro, e também haverá visita casa a casa e distribuição de capas protetoras para caixas d’água, tonéis e camburões.

“A mobilização vai alertar ainda para que a população procure uma unidade de saúde quando houver suspeita da doença. Como existe o risco da pandemia da Covid-19, o trabalho foi planejado para evitar aglomeração, reduzindo qualquer risco de transmissão da doença entre a população e os profissionais de saúde”, afirma Lilian.

Casos

Em 2021, até o dia 10 de março, a Semsa registrou em Manaus um total de 989 notificações de casos de dengue, com 415 confirmações. No ano passado, entre janeiro e o final de março, foram 787 casos notificados e 303 casos confirmados.

“Com o aumento de casos este ano, é essencial que a população colabore, executando as ações de prevenção na própria residência e também no bairro”, reforça Alciles Comape, lembrando que a população pode acionar a Semsa, por meio do Disque Saúde (0800 280 8 280), quando identificar locais no bairro que possam conter focos do Aedes.

Medidas simples que ajudam a evitar a proliferação do mosquito Aedes aegypti:

Tampar os tonéis e caixas d’água.

Manter as calhas sempre limpas.

Deixar garrafas sempre viradas com a boca para baixo.

Manter lixeiras bem tampadas.

Deixar ralos limpos e com aplicação de tela.

Limpar semanalmente ou preencher pratos de vasos de plantas com areia.

Limpar com escova ou bucha os potes de água para animais.

Retirar água acumulada na área de serviço, atrás da máquina de lavar roupa, assim como retirar água acumulada de lajes e calhas.

Texto – Eurivânia Galúcio / Semsa

Foto – Arquivo/Semsa

-publicidade-