As Principais Notícias do Estado do Amazonas estão aqui!

Prefeitura de Manaus realiza workshop ‘Cultura digital e o pedagogo escolar’

A Prefeitura de Manaus iniciou nesta quinta-feira, 11/7, o workshop “Cultura digital e o pedagogo escolar”. O encontro, que faz parte das diversas ferramentas tecnológicas utilizadas pela Secretaria Municipal de Educação (Semed) para facilitar o fazer pedagógico, foi realizado na sede da Divisão de Desenvolvimento Profissional do Magistério (DDPM), localizada no conjunto Vila Amazonas, zona Centro-Sul.

O worshop é organizado pela Divisão de Ensino Fundamental (DEF) da Semed, em parceria com a DDPM. Este foi o primeiro encontro e mais dois serão realizados nos dias 5 e 9/8 e deve envolver aproximadamente 500 pessoas, entre pedagogos, coordenadores e assessores.

O objetivo é fomentar junto aos pedagogos das escolas da rede pública municipal um espaço de reflexão sobre a cultura digital e os desafios educativos gerados pelas Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC) como ferramentas pedagógicas na escola contemporânea, a fim de possibilitar experiências e aprendizagens mais significativas.

O público-alvo dessa ação é o pedagogo escolar que tem a função de planejar, mediar e acompanhar o processo educativo, bem como, desenvolver e articular a execução de projetos pedagógicos com a equipe de professores, com a intenção de garantir uma educação de qualidade aos estudantes.

O workshop começou com a palestra “Reflexão a respeito da cultura digital e o papel do pedagogo escolar”, com o formador da Gerência de Tecnologia Educacional (GTE), Régis Caria. Após esse momento, os pedagogos foram direcionados para oficinas que apresentaram os recursos e projetos desenvolvidos nas escolas e implementados na rede municipal de educação, por meio da abordagem do ensino híbrido.

A subsecretária de Gestão Educacional, Euzeni Araújo, lembrou que o papel dos pedagogos é fundamental e reforçou que eles devem escutar os estudantes e suas demandas. “Consideramos que é importante escutar o aluno, tendo em vista que este aluno do século 21 já nasceu na era tecnológica. Temos que aproveitar todo esse potencial da cultura digital. Não dá mais para ficar sentado apenas ouvindo, temos que movimentar, é a cultura maker, aprender fazendo”, pontuou.

Mesmo que as escolas não disponham de todos os recursos tecnológicos que a rede tem acesso, a gerente do GTE, Aldemira Câmara, apontou que durante as oficinas esses pedagogos têm à disposição soluções para isso. “Aqui têm oficinas que mostram para os pedagogos quais recursos ele pode utilizar independentemente de ter laboratórios ou não, on-line e off-line. Ele tendo esses recursos, pode apoiar o professor na escola”, comentou.

Para a pedagoga da escola municipal Francisca Mendes, Alessandra Galúcio, essa é uma excelente oportunidade que a Semed disponibiliza para os servidores. “Na nossa escola trabalhamos com o ‘Profuturo’ e o ‘Procurumin’. Eu estou aqui para me apropriar desses programas, para poder auxiliar melhor na escola. Essa iniciativa é ótima porque hoje em dia a tecnologia está presente na vida dos nossos alunos e é sempre bom mais formações voltadas para esse tema”, concluiu.

Texto – Alexandre Abreu / Semed
Foto – Eliton Santos / Semed

você pode gostar também