Prefeitura de Manaus recuperou quase 4 quilômetros de calçadas, meio-fio e sarjetas nos primeiros 100 dias de gestão

Obras de infraestrutura básica na capital amazonense também fazem parte das melhorias planejadas na gestão do prefeito David Almeida. Nesses 100 primeiros dias de administração, a Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf) intensificou a implantação e a restauração de quase quatro quilômetros de drenagem superficial, que engloba meio-fio, sarjeta e calçadas.

De acordo com o vice-prefeito e secretário da Seminf, Marcos Rotta, as ações são complementos importantes na infraestrutura básica da cidade. Além das drenagens profundas com novas redes bem mais amplas, já implantadas, agora também há novas calçadas, mais meios-fios e sarjetas, que ajudam na manutenção das vias, em todas as zonas de Manaus.

“As ações da prefeitura nesta área foram determinadas pelo prefeito David Almeida, e estamos focados em todas as zonas da cidade, na recuperação e construção de novas linhas de drenagem superficial, ampliando cada dia mais, ainda, as redes de vazões de águas que completam as obras de drenagens profundas com novos tubos de concreto, mais largos, que estavam comprometidos, causando transtornos à população. As redes de drenagens superficiais têm a mesma importância das profundas. Por meio delas, as águas têm vazão correta, evitando buracos nas vias, deixando de sobrecarregar os bueiros”, explicou Rotta.

Nessa primeira etapa de obras nas zonas Sul e Oeste de Manaus, a Seminf implantou 480 metros de calçadas, 587 metros de sarjetas em concreto, que são fundamentais para a conservação do asfalto, e mais 252 metros de meio-fio. Na zona Norte, as ações beneficiam mais 480 metros de sarjetas, 384 metros de meio-fio e 323 metros de novas calçadas e passeio.

Já na zona Leste, onde o serviço era ainda mais necessário devido ao local estar há tempos abandonado, as equipes de infraestrutura implantaram 388 metros de calçadas, 652 metros de sarjetas, 115 metros de meio-fio, facilitando ainda mais a conservação nos novos recapeamentos.

As ações de drenagens superficiais visam preparar a cidade para um melhor escoamento da água da chuva, que neste período atormenta moradores de muitos bairros. Em algumas áreas onde o serviço já foi realizado, é possível ver a diferença no dia a dia. A rua J, no bairro Alvorada, zona Centro-Oeste, é uma das vias que receberam meio-fio e sarjetas, e as últimas chuvas já apresentaram o escoamento correto das águas.

Texto – Polyana Brelaz / Seminf

Foto – Márcio Melo / Seminf