Take a fresh look at your lifestyle.

-publicidade-

-publicidade-

Prefeitura de Manaus reforça a importância do teste do pezinho

O teste de pezinho, direito assegurado por lei, permite o diagnóstico precoce de doenças metabólicas, genéticas e infecções capazes de afetar o desenvolvimento neuropsicomotor do recém-nascido. No Dia Nacional do Teste do Pezinho, celebrado no último domingo, 6/6, a Prefeitura de Manaus salienta a importância do exame para assegurar a qualidade de vida das crianças. A data foi instituída em 2007 com a proposta de orientar a população sobre o caráter preventivo das doenças que não se manifestam nos primeiros dias de vida.

Dados registrados pela maternidade gerenciada pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), a Moura Tapajóz, localizada na avenida Brasil, Compensa, zona Oeste, indicam que em 2020 foram realizados 2.604 testes do pezinho naquela unidade, enquanto que de 1º de janeiro a 1º de junho deste ano foram feitos 1.244.

A titular da Semsa, Shádia Fraxe, evidencia a importância do exame para a detecção de uma série de condições que, tratadas de forma antecipada, asseguram a qualidade de vida das crianças.

“O prefeito David Almeida é muito comprometido com a garantia de direitos das crianças, por isso sua gestão tem atuado fortemente no sentido de assegurar que o teste do pezinho seja realidade em nossas unidades de saúde”, acentua.

Segundo a chefe do Núcleo de Saúde da Criança e do Adolescente da Semsa, enfermeira Ivone Amazonas, as Unidades Básicas de Saúde de referência às mães estão organizadas para realizar o teste do pezinho, quando a criança não o realiza na maternidade. Para isso é preciso apresentar a Caderneta da Criança, cartão do SUS e solicitação do pediatra, dada na maternidade.

“O agendamento do exame é feito pela própria maternidade onde a criança nasce, na UBS mais próxima da residência da mãe e do bebê. Tudo é feito de forma a facilitar a realização desse exame, que é fundamental para que uma série de atitudes sejam tomadas em favor da saúde da criança”, afirma.

Coleta

O teste do pezinho é a coleta de sangue no calcanhar do recém-nascido, local rico em vasos sanguíneos, que deve ser realizada de preferência entre o terceiro e quinto dia de vida. Embora não exista impedimento para que as crianças realizem o teste após esse período, a indicação é que este prazo seja obedecido, para que um tratamento precoce seja iniciado, quando necessário.

Dentre as doenças detectadas precocemente estão Hipotireoidismo Congênito (HC), Fenilcetonúria (PKU), Doença Falciforme (DF), Aminoacidopatias (AA), Fibrose Cística (FC), Hiperplasia Adrenal Congênita (HAC) e Deficiência de Biotinidase (BIO).

Investindo no trabalho de sensibilização, os profissionais de saúde da Semsa promovem ações de educação em saúde nas UBS e na maternidade Moura Tapajós. Além de sinalizar a importância do teste, quando alterações são detectadas, as crianças são encaminhadas para tratamento com especialistas na rede pública de saúde.

Direito assegurado

O dia 6 de junho, Dia Nacional do Teste do Pezinho, foi instituído pela Lei nº 11.605/2007, com a proposta de informar à população sobre o Programa Nacional de Triagem Neonatal, destacando a importância da realização do teste e sua obrigatoriedade para todos os recém-nascidos.

O programa tem o objetivo de prevenir as complicações e sintomas das doenças investigadas e que não apresentam sintomas no período neonatal, compreendido nos primeiros 28 dias de vida, que sem os cuidados necessários podem ter um forte impacto na saúde da criança, afetando seu desenvolvimento mental. Uma vez que as doenças são confirmadas e tratadas, a criança tem mais possibilidades de se desenvolver sem sequelas, com mais qualidade de vida.

Locais onde o Teste do Pezinho é ofertado

Zona Norte

UBS Armando Mendes

Rua Aragarças, s/nº – Manoa

UBS José Figliuolo

Rua Rio Maicuru, s/nº – Lago Azul

Zona Sul

UBS Almir Pedreira

Rua 09, s/nº – Lagoa Verde

UBS Lourenço Borghi

Travessa S/6, s/nº – Japiinlândia

UBS São Francisco

Rua Rodolfo Valle, s/nº – São Francisco

UBS Frank Calderon

Rua Boa Esperança, s/nº – Crespo

UBS Japiim

Travessa Sauim, 70 – Conjunto 31 de Março

UBS Santa Luzia

Rua Leopoldo Neves, s/nº – Santa Luzia

UBS Nilton Lins

Av. Prof. Nilton Lins, 2.344 – Flores

Zona Leste

UBS Luiza do Carmo Ribeiro

Rodovia BR-319, 5.585 – Vila da Felicidade

UBS Geraldo Magela

Rua I, s/nº – Armando Mendes

UBS Avelino Pereira

Rua Cravinho, s/nº – Jorge Teixeira

UBS Cacilda de Freitas

Rua da Penetração, s/nº – São José II

UBS Gilson Moreira

Rua Natal, s/nº 7 – Zumbi

UBS Lago do Aleixo

Rua Raoul Fulleraou, 112 – Colônia Antônio Aleixo

UBS Silas Santos

Rua Guaporé, s/nº – São José

UBS Josephina de Melo

Rua Cupiúba, s/n – Jorge Teixeira

UBS Platão Araújo

Rua Barroso, s/nº – Puraquequara

Zona Oeste

UBS Santo Antônio

Rua Lauro Bittencourt, s/nº – Santo Antônio

UBS Bairro da Paz

Av. Esperança, 51 – Bairro da Paz

Zona Rural

UBSR São Pedro

Rodovia AM-010, Km 35

UBSR Efhigênio Salles

Rodovia AM-010, Km 41

UBSR Pau-Rosa

BR-174, Km 15

UBSR Ada Viana

BR-174, Km 41

Unidade Fluvial

Durante as viagens periódicas para atendimento às comunidades ribeirinhas

UBSR Nossa Senhora do Livramento

Margem esquerda do rio Negro

UBSR Nossa Senhora de Fátima

Margem esquerda do rio Negro

UBSR Nossa Senhora Auxiliadora

Margem esquerda do rio Tarumã-Açu

Texto – Tânia Brandão / Semsa

Foto – João Viana / Arquivo Semcom

-publicidade-