Take a fresh look at your lifestyle.

-publicidade-

-publicidade-

Prefeitura discute mobilidade urbana e meio ambiente em evento on-line

Dentro da campanha do “Junho Verde”, a Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas) e do Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (IMMU), realizou, nesta quarta-feira, 9/6, a terceira mesa-redonda on-line da programação municipal. O debate teve como tema “Mobilidade Urbana e Qualidade de Vida em Manaus”, apresentado pelo secretário municipal de Meio Ambiente, Antônio Ademir Stroski.

Em participação na live para discutir soluções para a mobilidade urbana em Manaus aliada ao meio ambiente, o diretor-presidente do IMMU, Paulo Henrique Martins, apresentou as ações do órgão, determinadas pelo prefeito David Almeida, para promover a  melhoria da qualidade de vida na capital.

Martins destacou que a mobilidade urbana é construída para que as pessoas se desloquem bem e com qualidade. “Temos de pensar no meio ambiente, não apenas com o natural, mas também com o meio ambiente construído, que considera a cidade em que as pessoas convivem, que tem o espaço verde e também tem o sistema viário – com os ônibus e veículos. Neste cenário, é preciso que o transporte funcione bem, com vias limpas, bem planejadas, onde se perca pouco tempo nos deslocamentos e que se cause menos estresse para as pessoas. Não dá para pensar em mobilidade, sem pensar em meio ambiente”, frisou Paulo Henrique.

O evento, via internet, foi transmitido diretamente do auditório do IMMU, localizado na avenida Urucará, bairro Cachoeirinha, zona Sul de Manaus, ao vivo, pelas redes sociais da Semmas e do IMMU e já está à disposição da população.

Após a discussão, o secretário da Semmas elogiou as informações fornecidas pelo IMMU. “Fiquei muito contente com as informações que o Paulo (Henrique) colocou à disposição das pessoas e nós consideramos isto relevante sob a ótica e perspectiva do Meio Ambiente. Sempre que nos reportamos à questão ambiental fazemos referência a questões de flora e fauna. Mas a maioria dos habitantes do nosso Estado está na capital. As pessoas estão reunidas em um território muito pequeno, em relação à dimensão do Amazonas, então, as pessoas precisam se deslocar e tem que saber conviver em meio a este grande grupo de pessoas de dois milhões de habitantes. A mobilidade, a forma como essas pessoas se deslocam dentro deste ambiente urbano é um grande desafio, considerando todas as características que o Paulo muito bem contou a todos nós. Fiquei muito feliz e contente com o resultado”, destacou.

Texto – Álisson Castro/IMMU

Foto – Divulgação/IMMU

-publicidade-