Prefeitura e governo federal vão entregar residencial Manauara 2, no Santa Etelvina, com Habite-se Total

Com 23.981,39 metros quadrados de área construída, o residencial multifamiliar de interesse social Cidadão Manauara 2, etapa B, localizado na rua Apuiuna, 354, no bairro Santa Etelvina, zona Norte, teve sua certidão de Habite-se Total expedida nesta quinta-feira, 8/7, pelo Instituto Municipal de Planejamento Urbano (Implurb), atestando o atendimento à legislação urbanística em vigor, assim como aos padrões de construção e segurança habitacionais exigidos em lei. O empreendimento será inaugurado pelo prefeito de Manaus, David Almeida, e o presidente da República, Jair Bolsonaro, no próximo dia 16.

Os 500 apartamentos fazem parte do programa habitacional da Prefeitura de Manaus e integram o programa federal “Casa Verde e Amarela”, com financiamento pela Caixa Econômica Federal, e estão recebendo os últimos retoques para a futura entrega.

“Esse é um empreendimento contratado com recursos federais e financiamento da Caixa Econômica. O conjunto está pronto para ser entregue, estamos nas tratativas finais, com seleção de pessoas feita pela instituição bancária, com coordenação e banco de dados da Prefeitura de Manaus, e entrega das chaves pela Caixa”, disse o prefeito David Almeida.

Segundo o diretor-presidente do Implurb, engenheiro Carlos Valente, com o residencial, que se conclui dentro do “Casa Verde e Amarela”, se resgata parte da dignidade de pessoas que necessitam de habitação, atendendo proposta de campanha do prefeito David Almeida, de oferecer para a cidade uma política habitacional e de regularização urbana. “Sabemos que as metas são audaciosas, que dependem de recursos, mas o prefeito está buscando apoio para as ações junto ao governo federal e à bancada, para ter mais habitações de interesse social e benefícios para a regularização fundiária”, afirmou

Blocos

São 25 blocos residenciais padrão e adaptáveis para Pessoas com Deficiência (PcDs), com 5 pavimentos em cada bloco (térreo e quatro andares).

Cada apartamento tem sala de estar e jantar, dois quartos, hall, banheiro social adaptável, cozinha e área de serviço. Os equipamentos comunitários que compõem o conjunto incluem salão, clube social, copa/bar, banheiros, quadra poliesportiva, quadra de areia, dois playgrounds, área verde, área de preservação permanente e sistema viário, incluindo vagas de estacionamento para visitantes e moradores. O empreendimento tem sistema de esgoto sanitário final para Estação de Tratamento (ETE).

A obra começou a ser construída em outubro de 2018 e tem execução pela empresa RD Engenharia. “São amazonenses que realizam o sonho da casa própria, tendo dignidade para suas vidas. E ter podido contribuir para este processo, enfrentando a inflação, empreendendo e fazendo o empreendimento acontecer é motivo de enorme satisfação para todos nós. Todos os dias construímos um mundo melhor”, disse o presidente do grupo RD, o empresário Romero Reis, que agradeceu à prefeitura e ao Implurb pela conduta extremamente profissional, “Sempre com a disposição de fazer os interesses coletivos serem respeitados e implementados”, finalizou.

Habitações

As 500 unidades habitacionais estão em fase de acabamento, dentro dos trabalhos coordenados pela Vice-Presidência de Habitação e Assuntos Fundiários (Vpreshaf), órgão ligado ao Implurb. O prefeito irá anunciar a construção de mais habitações e novas obras estruturantes para a capital, além das já anunciadas para o programa de crescimento econômico e social “Mais Manaus”, com previsão de R$ 1,2 bilhão de investimentos.

David Almeida já lançou o programa “Casa para Todos”, cuja meta é a construção de mais de 5 mil unidades habitacionais de interesse social em diversos bairros da capital. “Nós temos aqui essa entrega de 500 casas e a perspectiva é de fazer 5 mil habitações na cidade de Manaus. Com a vinda do presidente, nós vamos avançar muito nessa meta”, disse o prefeito.

O objetivo do programa é a construção de novos conjuntos habitacionais, além da oferta de lotes pequenos e urbanizados. Conforme o prefeito David Almeida, o projeto prevê a criação de um Núcleo de Apoio Técnico à Moradia, que será responsável por orientar o cadastramento das famílias nos programas habitacionais.

Residencial Manauara 2

Cada torre do residencial Cidadão Manauara 2 tem cinco andares, sistemas de gás encanado e de água, além de instalações hidrossanitárias.

Os apartamentos são adaptados, atendendo à Norma Brasileira (NBR) nº 9.500, da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), que trata da acessibilidade a edificações, mobiliários, espaços e equipamentos urbanos para Pessoas com Deficiência (PcDs), inclusive nas áreas comuns.

Os futuros moradores serão isentos de Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) e Imposto de Transmissão de Bens Imóveis (ITBI), como medida da gestão David Almeida, por lei municipal.

Texto – Claudia do Valle / Implurb

Foto – Ruann Souza / Arquivo Semcom