Take a fresh look at your lifestyle.

-publicidade-

Prefeitura encerra atividades de projeto de extensão para enfrentamento da Covid-19

A Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), concluiu o curso de extensão “Fortalecimento da Rede de Atenção Primária à Saúde para o enfrentamento à Covid-19”, que teve o objetivo de contribuir para ações de enfrentamento à doença na capital amazonense. Participaram das atividades 33 profissionais, entre enfermeiros, farmacêuticos e médicos, que tiveram outorga de grau antecipada e ingressaram no projeto em abril de 2020. A solenidade de encerramento das atividades, em razão da pandemia da Covid-19, foi realizada na modalidade virtual, transmitida via Google Meet, na tarde desta terça-feira, 4/5.

Os profissionais de saúde que participaram do curso, fruto de uma parceria entre a Semsa, por meio da Escola Superior de Saúde Pública (Esap) e Universidade do Estado do Amazonas (UEA), atuaram nos estabelecimentos assistenciais de saúde de referência para o atendimento a usuários com síndromes gripais, incluindo a Fundação Doutor Thomas.

Com o objetivo de proporcionar uma formação integral aos participantes do curso, que teve início dia 28 de abril de 2020, foram realizadas atividades teóricas pela UEA e práticas pela Esap, com previsão de terminar no dia 27 de outubro de 2020. Mas, devido ao elevado número de casos de Covid-19 à época, ocorreu uma prorrogação do Programa de Extensão de Serviços de Saúde (Proext) por mais três meses.

“A prorrogação iniciou no dia 28 de outubro de 2020 e se estendeu até o dia 27 de janeiro deste ano. Mas foi quando Manaus atravessou um outro momento muito delicado em relação ao número de casos e, com isso, ocorreu a segunda prorrogação, por mais três meses, por isso finalizamos dia 27 de abril”, explicou o coordenador de projetos de extensão da Esap, Fabiano Corrêa Batista.

As atividades do Proext foram desenvolvidas a partir dos seguintes eixos: teórico com aulas na UEA; tecnológico, com atendimento ao call center e prático com atendimento nos cenários de práticas para enfrentamento à Covid-19. “Os profissionais bolsistas do Proext atuaram no atendimento de call center e em mais de 20 cenários de práticas diferentes, tais como Unidades Básicas de Saúde (UBSs), policlínicas, Clínicas de Saúde da Família e Divisão de Saúde do Disa Oeste, entre outros. Nossa proposta foi proporcionar uma formação substancial, completa, aos bolsistas”, acentuou Fabiano Corrêa Batista.

Texto – Tânia Brandão / Semsa

Foto – Divulgação / Semsa

-publicidade-