Take a fresh look at your lifestyle.

-publicidade-

-publicidade-

Prefeitura inicia atividades pelo Mês da Mulher

A Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal da Mulher, Assistência Social e Cidadania (Semasc), iniciou o mês de março homenageando as mulheres com a distribuição de laços na cor lilás, em referência ao mês que é totalmente dedicado a elas. Além dessa ação, estão sendo programadas outras atividades como lives temáticas, para debater diversos assuntos, entre eles feminicídio e violência contra a mulher.

Dentro da estrutura administrativa da Semasc está a Subsecretaria Municipal de Políticas Afirmativas para as Mulheres, responsável por formular e executar políticas e ações afirmativas voltadas para a prevenção, combate e enfrentamento à violência contra as mulheres, por meio da assistência social e jurídica, assim como o acompanhamento psicológico à mulher em situação de violência doméstica e familiar.

“Nós abrimos o mês de março com uma homenagem a todas as mulheres que fazem, junto conosco, o trabalho social acontecer. Vamos passar o mês falando de mulher para mulheres. Dentro da nossa programação, por exemplo, entre os dias 8 e 12 de março, vamos mostrar estratégias para garantir uma renda nessa pandemia. Também temos o propósito de combater a violência contra a mulher e lutar contra o feminicídio”, afirmou a subsecretária de Políticas Afirmativas para as Mulheres e Direitos Humanos da Semasc, Graça Prola.

Este ano, considerando a situação de risco ocasionado pela pandemia do novo coronavírus, o Centro de Referência dos Direitos da Mulher (CRDM), da Semasc, desenvolveu suas atividades de maneira remota e realizou a busca ativa, via contato telefônico, a 105 mulheres, além de 37 visitas domiciliares a mulheres vítimas de violência doméstica, que já haviam sido atendidas e acompanhadas pela unidade.

A subsecretaria também busca promover a emancipação feminina por meio da realização de cursos de qualificação, visando a geração de renda e o empreendedorismo, procedimentos necessários para viabilizar a superação das violências sofridas.

Em 2020, apesar da situação de pandemia, um mais de 13 mil mulheres foram beneficiadas com alguma ação da subsecretaria, além da entrega de benefícios eventuais, de kits de higiene, encaminhamento, acompanhamento e visitas domiciliares.

Texto – Leonardo Fierro/ Semasc

Foto – Divulgação / Semasc

-publicidade-