Prefeitura inicia consulta à sociedade para o próximo PPA e LOA

A Prefeitura de Manaus disponibilizou à população manauense uma ferramenta inovadora, que fará parte da elaboração do Plano Plurianual (PPA) do próximo quadriênio do município e da Lei Orçamentária Anual (LOA) de Manaus (2022-2025). A plataforma virtual pode ser acessada por meio do endereço eletrônico https://consultasociedade.manaus.am.gov.br.

“Essa é uma iniciativa do Executivo municipal, para incentivar a participação da sociedade no processo de elaboração orçamentária da nossa cidade. Por meio da ferramenta, o cidadão poderá sugerir novos projetos a ser implementados. Com a consolidação desses dados, a prefeitura poderá ter uma ideia de quais áreas a sociedade almeja priorizar dentro do novo PPA”, ressaltou a subsecretária de Orçamento e Projetos da Secretaria Municipal de Finanças e Tecnologia da Informação (Semef), Karliley Capucho.

Conforme Capucho, a página é de simples utilização e conta com informações referentes ao PPA e LOA. Para preencher o formulário e selecionar as áreas de interesse, é só clicar no botão ‘Participar’ na página inicial. É obrigatório informar dados como: nome completo, data de nascimento, escolaridade e endereço com CEP.

Audiência virtual

No último dia 18, a Prefeitura de Manaus apresentou em audiência pública on-line, o Projeto de Lei (PL) nº 260/2021, que dispõe sobre as Diretrizes Orçamentárias para o exercício de 2022 do Executivo municipal. A audiência foi realizada pela Câmara Municipal de Manaus (CMM), com apoio das Comissões de Constituição, Justiça e Redação (CCJR) e de Finanças, Economia e Orçamento (CFEO), com transmissão ao vivo pela TV Câmara e redes sociais da casa legislativa.

Durante a audiência pública, a subsecretária destacou que o município tem como ações prioritárias a implementação de infraestrutura de Tecnologia da Informação, políticas e serviços sociais, reforma e recuperação de mercados e feiras de Manaus, apoio às pessoas em situação de risco ou de vulnerabilidade social, saneamento de igarapés, capacitação empreendedora, gestão em educação e saúde, entre outras ações e funções.

Texto – Anderson Farias / Semef