Take a fresh look at your lifestyle.

Prefeitura realiza recapeamento asfáltico da feira do Produtor, após 12 anos

-publicidade-

Depois de passar ao menos 12 anos sem receber intervenções em sua infraestrutura, a feira do Produtor, na zona Leste de Manaus, recebeu recapeamento completo em todo o seu complexo, na tarde desta sexta-feira 15/1, em uma ação conjunta entre as secretarias municipais de Infraestrutura (Seminf), Limpeza Urbana (Semulsp) e Agricultura, Abastecimento, Centro e Comércio Informal (Semacc).

Foram mais de 270 toneladas de asfalto, em 3,7 mil metros de extensão das vias do entorno da feira, que hoje é responsável pela renda das famílias de ao menos 500 permissionários, além de outros mil trabalhadores diretos e indiretos e ainda centenas de pequenos produtores rurais da capital.

“Há anos esta estrutura não recebe a devida atenção do poder público, apesar de sua grande importância para a economia desta região da cidade. Nessa ação conjunta, realizada por determinação do prefeito David Almeida, começamos a resgatar a dignidade dos trabalhadores, principalmente neste momento tão difícil que nos assola. Com esse recapeamento, vamos melhorar a circulação de pessoas e veículos em toda a feira”, disse o vice-prefeito e secretário municipal de Infraestrutura, Marcos Rotta.

Além da revitalização, a feira ainda vai passar por processos de lavagem e sanitização em toda a sua extensão, garantindo mais segurança para usuários, produtores e vendedores. Medidas adotadas pela Prefeitura de Manaus em todas as feiras e mercados da capital, para ajudar a diminuir os índices de contaminação pelo novo coronavírus, causador da Covid-19.

Melhorias

Permissionário da feira do Produtor há mais de 20 anos, Manoel Lisboa, 38, disse que nunca viu revitalizações semelhantes no espaço. Segundo ele, a maioria das benfeitorias do espaço é feita pelos próprios feirantes, em conjunto, para manter as condições mínimas de trabalho no local.

“Aqui só se via um tapa-buracos de tempos em tempos. Essa feira nunca deve ter visto tanto asfalto como está vendo hoje. Nós, que trabalhamos aqui diariamente, e agora estamos prejudicados pelas restrições, precisamos mesmo deste olhar do poder público. Com certeza ganharemos todos, nós e nossos clientes”, comentou Manoel.

Texto – Willian Gaspar / Seminf

Foto – Osmar Neto / Seminf

-publicidade-