Prefeitura realiza visita técnica à Fundação Matias Machline para melhoria nas aulas remotas

A Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semed), promoveu nesta segunda-feira, 8/2, uma visita técnica às instalações da Fundação Matias Machline (FMM), no Distrito Industrial, zona Sul. A visita integra as ações da Semed, para promover melhorias nas aulas remotas para professores e alunos, da rede municipal de ensino, com conversas e troca de experiências entre as duas instituições.

Por conta da pandemia do novo coronavírus, as atividades presenciais em sala de aula ficaram inviabilizadas. A alternativa encontrada pela prefeitura, para assegurar o ano letivo de 2021, foi fortalecer as ações do projeto “Aula em Casa”, dando continuidade às atividades da rede municipal de ensino, ainda que de forma remota.

Conforme o diretor do Departamento de Planejamento (Deplan), da Semed, Leís Batista, a troca de experiência com a FMM é importante pelo trabalho realizado com o ensino remoto, o que vai ajudar a rede municipal de ensino. O diretor também ressaltou que a parceria foi viabilizada pelo secretário de Educação, Pauderney Avelino, seguindo uma orientação do prefeito David Almeida.

“A Semed está fazendo esse trabalho de acompanhamento e verificando as melhores práticas educacionais, conforme as orientações do prefeito David Almeida, envolvendo a área de tecnologia, para que a gente venha colocar em prática para os nossos alunos. Estamos abrindo esse caminho, para fazer com que a educação do município de Manaus venha a ter mais qualidade e que realmente atinja todas as nossas metas educacionais”, informou.

De acordo com a coordenadora pedagógica da Fundação Matias Machline, Luziene Cavalcante, a instituição vai procurar ajudar da melhor maneira possível a Semed com sua experiência tecnológica, para que o ano letivo on-line seja de qualidade e proveitoso no processo de ensino/aprendizagem.

“A fundação é uma instituição que sempre esteve de portas abertas para a sociedade. O nosso interesse sempre é na excelência da educação, independentemente onde o aluno esteja. Acredito que o importante hoje é todos se unirem em prol da educação, nesse momento tão difícil, que é o da pandemia, dos alunos estarem impossibilitados de estar em sala de aula. O momento agora é de unir forças, de encontrar o melhor caminho, para não se não ter um prejuízo junto aos alunos, porque eles são o nosso maior foco na realidade”, afirmou.

Texto – Paulo Rogério Veiga / Semed

Foto – Eliton Santos / Semed