Em cumprimento de mandado de prisão preventiva por latrocínio, Celso Santarém Souza Junior, 26 anos, foi preso por policiais civis nesta terça-feira (11) escondido em casa de parentes no interior do Amazonas. Ele é apontado pela polícia como autor da morte de Augusto Figueiredo dos Santos, que era conhecido como “Paty Santos” e tinha 37 anos.

O crime ocorreu na noite do dia 29 de março deste ano, por volta das 23h50, na casa da vítima. O corpo de Paty foi encontrado em cima da cama pela mãe dela. Paty era cabeleireira e proprietária de um salão de beleza e foi estrangulada pelo suspeito até a morte.

O delegado Guilherme Torres ressaltou que o delito aconteceu na casa de Augusto, situada na segunda etapa do bairro Colônia Terra Nova. Na ocasião, o infrator iniciou uma discussão com a vítima, que foi morta por esganadura. “Paty Santos” ainda foi amordaçada e teve as pernas e mãos amarradas.

O infrator foi preso pela equipe da Derfd na manhã de terça-feira (11/6), por volta das 7h, na casa de familiares, localizada no município de Parintins, distante 369 quilômetros em linha reta da capital. Ele foi trazido de avião a Manaus ainda durante esta madrugada.