Processo de elaboração do Plano Estadual de Recursos Hídricos é lançado no Amazonas

A Amazônia constitui-se numa das últimas reservas mundiais de recursos naturais e florestais e um dos ecossistemas mais ricos e preservados do planeta, especialmente por sua biodiversidade. Milhares de espécies de peixes habitam os rios da Amazônia. Com toda sua exuberante biodiversidade , a Bacia Amazônica é rota obrigatória para os amantes da pesca esportiva. É um lugar único, onde se pode encontrar rios e lagos limpos e preservados, em meio à sua incontestável beleza selvagem. Pesca Esportiva. Amazônia (AM). Foto: Roald Andretta / Loba do Mar / Embratur *** Local Caption *** PT: Autorizado o uso exclusivo para divulgação do produto turístico brasileiro. EN: Exclusively authorized for promoting the brazilian tourist product. REVISTO**

O Amazonas detém a maior bacia hidrográfica do mundo e ainda não conta com um Plano Estadual de Recursos Hídricos para subsidiar de forma integrada e participativa a gestão dos recursos hídricos, superficiais e subterrâneas, de forma efetiva que garanta o seu uso múltiplo de forma sustentável e racional.

Pensando nisso, o Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema), em parceria com o Ministério do Meio Ambiente (MMA), promove o Seminário Estadual de lançamento do processo de elaboração do Plano Estadual de Recursos Hídricos (PERH).

O evento é aberto ao público e acontecerá das 8h às 12h, no auditório ômega do Hotel Adrianópolis All Suites (rua Salvador nº 195, bairro Adrianópolis, zona Centro-Sul de Manaus. Em sete meses de trabalho, o governo cumpriu as quatro etapas da Meta 1 com a realização de cinco oficinas de integração, elaboração das propostas de comunicação, mobilização social e educação ambiental para a construção do PERH. O Seminário Estadual é o primeiro evento público para apresentação dos resultados.