As Principais Notícias do Estado do Amazonas estão aqui!

Procon-AM doa a hospitais de Manaus mais de 370 máscaras cirúrgicas apreendidas em fiscalização

Itens são próprios para uso hospitalar, mas foram apreendidos por falta de nota fiscal com justificativa sobre aumento de preço.

O Instituto Estadual de Defesa do Consumidor (Procon-AM) doou, nesta quarta-feira (25/03), mais de 370 máscaras cirúrgicas para uso dos profissionais que atuam nos hospitais 28 de Agosto e João Lúcio. Os itens foram apreendidos em uma loja de produtos odontológicos e são próprios para uso hospitalar e na proteção contra o contágio do novo coronavírus (Covid-19).

A apreensão dos produtos se deu por falta de notas fiscais que comprovassem o preço pelos quais eles foram adquiridos. Na semana passada, o Procon-AM autuou a loja após denúncias de consumidores sobre o aumento do preço das máscaras cirúrgicas. Com a pandemia do coronavírus, elas passaram a ser vendidas a R$ 100 (a caixa) – antes, o valor era de R$ 15,90.

A diretora técnica do Procon-AM, Sasha Suano, explica que novas doações devem ocorrer em caso de mais apreensões. Segundo ela, ações como a desta quarta-feira ajudam a salvaguardar tanto os servidores do Estado quanto a população que não pode cumprir a quarentena em casa.

“Um número enorme de servidores está nas ruas para garantir a saúde e a segurança da população. Eles se arriscam diariamente em benefício da coletividade, e, como não podem trabalhar em casa, precisam ser ainda mais rigorosos com as medidas de prevenção”, afirma.

Apreensões – O Procon-AM intensificou as fiscalizações em estabelecimentos que comercializam produtos com alta procura durante a pandemia do coronavírus, como supermercados e farmácias.

Nesta quarta, o órgão seguiu com as ações e apreendeu 5 litros de álcool 96° GL em um comércio no bairro Educandos, zona Sul da capital amazonense. O produto é utilizado como solvente em produtos farmacêuticos e não pode ser comercializado para higiene pessoal.

Em uma distribuidora no bairro Chapada, zona Centro-Sul da cidade, os fiscais apreenderam dez máscaras PFF2, por falta de apresentação da composição de custo. A unidade do produto era vendida a R$ 35.

Atendimento – Como precaução contra o contágio do Covid-19, o Procon-AM suspendeu o atendimento presencial e as audiências na sede do órgão. Dúvidas e denúncias podem ser repassadas pelas redes sociais do Procon-AM, pelos e-mails [email protected] e [email protected], pelos telefones 0800 092 1512, 3215 4012, 3215 4015, 3215 4009, 99271-5519 (ouvidoria), e pelo site http://www.procon.am.gov.br.