Manaus 23.11.18. Procon Manaus faz orientação aos consumidores da promoção bleck friday. Fiscais orientado consumidor procon Manaus Foto Marinho Ramos Semcom.

Apurar denúncias e defender os consumidores de eventuais abusos são os principais objetivos da Operação Black Friday, deflagrada nesta sexta-feira, 23/11, pelos órgãos de proteção e defesa do consumidor locais. A Prefeitura de Manaus, por meio da Ouvidoria Municipal e Proteção ao Consumidor (Procon Manaus), realizou um plantão especial nos principais centros comerciais da cidade, em conjunto com o Procon estadual, a Delegacia do Consumidor (Decon) e a o Ministério Público do Estado (MPE-AM).

Segundo o ouvidor do município e coordenador do Procon Manaus, Rodrigo Guedes, a ação de fiscalização tem o propósito de orientar os consumidores e coibir práticas abusivas de comerciantes durante o evento promocional conhecido como Black Friday. “Estamos juntos nessa força-tarefa para tentar evitar que propagandas enganosas levem os consumidores a serem lesados. Se alguém suspeitar que a promoção não está correspondendo à realidade, deve procurar o Procon, do município ou do Estado, ou a própria delegacia do consumidor”

Uma dessas situações é o caso do comerciante que aumenta o preço antes para depois baixar, sob pretexto de desconto promocional em função da data, de acordo com Guedes, esse tipo de fraude já aconteceu muito. O desconto, na verdade, incidia sobre o preço aumentado e o consumidor acabava enganado. Não havia desconto, na realidade.

O ouvidor alerta para a necessidade dos clientes fazerem com que suas denúncias cheguem até os órgãos de defesa do consumidor para que os casos sejam apurados e as punições possam ser aplicadas. Ele lembra que o órgão municipal disponibiliza dois meios de denúncias via telefone 0800 092 0111 ou o whattsapp 98842-3030.

Rodrigo Guedes reforça que o consumidor deve ficar atento, ainda, à clareza de informações sobre prazos de pagamentos; se está explícito para o consumidor a diferenciação de preços entre pagamentos em cartão ou dinheiro; a política de trocas da loja e ainda se o preço dos produtos está visível e claro para o cliente.

Além do ouvidor municipal, participaram da força-tarefa da Operação Black Friday, o titular da 51ª. Promotoria de Justiça Especializada de Proteção e Defesa dos Direitos do Consumidor do Ministério Público do Estado do Amazonas, promotor Otávio de Souza Gomes; o coordenador do Procon Amazonas, Jalil Fraxe, e o titular da Delegacia Especializada em Crimes contra o Consumidor (Decon), delegado Eduardo Paixão.

Texto: Divulgação Procon Manaus

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here