As Principais Notícias do Estado do Amazonas estão aqui!

Procurador João Barroso é empossado para o comando do Ministério Público de Contas para o biênio 2020/2022

O procurador de contas João Barroso de Souza foi empossado, nesta quarta-feira (17), para o comando do Ministério Público de Contas (MPC) junto ao Tribunal de Contas do Amazonas (TCE-AM). Ele foi reconduzido pelo governador Wilson Lima para comandar o MPC pelo biênio 2020/2022.

A solenidade de posse, totalmente virtual e transmitida, ao vivo, pelas redes sociais do TCE-AM, foi conduzida pelo presidente da Corte de Contas, conselheiro Mario de Mello, e teve a participação de diversas autoridades locais e nacionais.

“Penso que uma das maiores alegrias que um servidor público pode obter ao longo de sua carreira profissional é quando seu trabalho é reconhecido. Trabalhamos muito duro desde quando assumimos a Procuradoria-Geral em 2018. Com muita seriedade, compromisso, imparcialidade, ética e muito equilíbrio. Nesses dois anos podemos concretizar vários projetos”, disse o procurador-geral João Barroso ao ressaltar que dará continuidade às ações iniciadas visando dar ainda mais transparência aos gastos públicos.

Ao parabenizar o procurador-geral pela recondução, o presidente da Corte de Contas, conselheiro Mario de Mello, destacou sua qualificação técnica para o cargo, além da experiência reconhecida no trabalho com a causa pública.

“O procurador João Barroso é reconhecido pela sua capacidade técnica de trabalho, experiência e aptidão. Cidadão amazonense com ilibada conduta e perseverança, inteligência e humildade. Além do seu histórico em defesa do patrimônio público e aprovação em primeiro lugar no concurso público para procurador do MPC. Essas características o trouxeram para admirável posição nesta Corte”, destacou o presidente do TCE-AM, conselheiro Mario de Mello.

Em nome do colegiado da Corte de Contas, a conselheira Yara Lins dos Santos parabenizou o procurador João Barroso pelo trabalho à frente do MPC.

“Vossa excelência possui todas as condições técnicas para continuar a desempenhar o trabalho que lhe está sendo confiado. Sempre atento às questões de trabalho, destaca-se pela técnica apurada que conduz os processos e pela gentileza no trato com as pessoas”, afirmou a conselheira Yara Lins dos Santos.

O presidente da Associação do Ministério Público de Contas (AMPCON) e procurador do MPC do Pará, Stephenson Oliveira Victer, ressaltou a importância do órgão ministerial e parabenizou o procurador-geral João Barroso na condução das ações no Amazonas.

“O MPC do Amazonas vem dando exemplo de um controle externo atuante, inclusive com a composição de uma força-tarefa durante a pandemia. Uma atuação diligente e efetiva. Procurador João Barroso, a sua atuação além dos limites do MPC foi sentida com muita alegria. Quero saudá-lo pela recondução e desejar muito sucesso. A AMPCON estará ao seu lado”, afirmou o presidente da Associação, Stephenson Oliveira Victer.

O governador do Amazonas, Wilson Lima, ao parabenizar o procurador-geral, destacou sua capacidade de interlocução com outros órgãos do Estado.

“Ocupar nesse momento, um cargo público, de chefia, é desafiador. É necessário se ter uma clara visão do momento pelo qual estamos passando, de conturbação em nosso país. Eu reconheço essas qualidades no procurador João Barroso. Ele está sendo reconduzido pela sua competência, capacidade de gerir o MPC e habilidade de interlocução com os órgãos. Isso é fundamental em um momento tão difícil e complicado no qual vivemos”, disse o governador Wilson Lima ao fazer alusão à pandemia do novo coronavírus.

O prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, parabenizou o trabalho que vem sendo feito pelo TCE, destacando o amadurecimento da Corte de Contas em, não só cumprir o papel necessariamente punitivo, mas também o pedagógico, orientando os gestores. Para o prefeito, o procurador-geral João Barroso é um exemplo do fortalecimento do MPC.

“Vejo no procurador João Barroso a figura do homem público que consegue ser isento, tranquilo e firme. Uma garantia de equilíbrio, isenção e fortalecimento do MPC e do TCE”, destacou o prefeito de Manaus.

Formação

Formado em direito pela Universidade Federal do Amazonas (Ufam), o procurador João Barroso tem vasta experiência no direito público. Pós-graduado em direito tributário pela Universidade de Santa Catarina, imobiliário e administrativo.

Antes de ingressar no Ministério Público de Contas junto ao TCE, onde passou em 1º lugar no concurso público, atuou como procurador do estado de Roraima, cargo também ocupado após aprovação em concurso.

Ele trabalhou, ainda, como escrivão no Tribunal de Justiça do Amazonas e como auxiliar de serviços de Apoio, aprovado em 5º e 2º lugares, respectivamente. Foi professor de direito civil em cursos preparatórios.

Texto: Lucas Silva

Foto: Elza Vitória de Mello