Take a fresh look at your lifestyle.

-publicidade-

Professores entram em greve na rede estadual de ensino e realizam carreata na próxima segunda-feira

O Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Amazonas (Sinteam) é contra as aulas presenciais antes da imunização com o ciclo completo das vacinas contra a Covid-19. Na próxima segunda-feira, os trabalhadores iniciam a greve na rede estadual de ensino iniciando pelo interior. Em Manaus, haverá carreata saindo da avenida do Samba às 9h rumo às sedes da Prefeitura de Manaus e do Governo do Estado.

Ainda na segunda-feira, às 16h, haverá assembleia do sindicato online para os trabalhadores da rede estadual em Manaus. A pauta será adesão à greve da Seduc.

Com exceção de Silves, São Gabriel da Cachoeira, Anori, Canutama, Atalaia do Norte e Benjamin Constant que já aplicaram as duas doses nos trabalhadores da educação, em alguns municípios a vacinação ainda não iniciou. E nos demais, os trabalhadores receberam apenas a primeira dose da vacina.

Em nota técnica enviada ao sindicato, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) orientou que a bula das vacinas deve ser seguida, com as duas doses mais o tempo de 15 dias após a segunda dose.

Parintins, Ipixuna, Guajará, Humaitá e Itacoatiara aderiram parcialmente à paralisação.

Ontem, em cessão de tempo na Assembleia Legislativa do Estado, o diretor de finanças do sindicato, Cleber Ferreira pediu ajuda dos deputados para mediar uma reunião com o governo do estado.

-publicidade-