As Principais Notícias do Estado do Amazonas estão aqui!

Programa ‘Ela Pode’ capacita mulheres em situação de vulnerabilidade social e econômica

A Prefeitura de Manaus iniciou nesta segunda-feira, 18/11, a capacitação da primeira turma do programa “Ela Pode”, que tem o intuito de garantir independência financeira e poder de decisão sobre negócios para mulheres. As aulas estão sendo ministradas na sede da Subsecretaria de Políticas Afirmativas para as Mulheres e de Direitos Humanos, no conjunto Duque de Caxias, Flores, zona Centro-Sul.

O “Ela Pode” é uma iniciativa do Instituto Rede Mulher Empreendedora (Irme), com o apoio do Google Brasil e em parceria com as Secretarias Municipais da Mulher, Assistência Social e Cidadania (Semasc) e do Trabalho, Empreendedorismo e Inovação (Semtepi).

“O Executivo municipal tem dentro da Subsecretaria da Mulher um braço preparado para o fortalecimento feminino, na garantia de todos os seus direitos. Não basta ter um diagnóstico que uma mulher sofreu uma violência doméstica, é preciso criar todas as possibilidades para fazer com que ela saia desse ambiente preparada para sua inserção no mercado de trabalho”, afirmou a titular da Semasc, Conceição Sampaio.

O programa aborda temáticas como comunicação, liderança, negociação, finanças, networking, marca pessoal e ferramentas digitais e tem carga horária de 16 horas. O curso é gratuito, e pretende capacitar 135 mil mulheres brasileiras que vivem em situação de vulnerabilidade social e econômica, com atenção especial para mulheres das regiões Norte e Nordeste.

“É mais um curso que a Prefeitura de Manaus oferece a população, agora em especial as mulheres, voltado ao empreendedorismo e liderança, para que se capacitem e garantam independência e gerenciem seus negócios”, destacou a subsecretária da Semtepi, Daniele Lobo.

Em Manaus, ao menos 180 mulheres assistidas pela Subsecretaria da Mulher e de Direitos Humanos, serão contempladas com o programa, que apresenta vantagens de transformar histórias, ampliar rede de relacionamentos e aprender a fortalecer os negócios.

“Tenho vontade de me tornar um empreendedora do ramo da beleza. Aqui vou aprender como gerir um empreendimento. Estou realizada em participar deste curso”, declarou Raimunda Andrade, 45 anos.

Texto – Hudy Alves / Semasc

Foto – Divulgação / Semasc

você pode gostar também