Uma videoconferência marcou, na manhã desta quarta-feira, 30/05, o início da programação da Semana de Combate ao Trabalho Infantil, com uma sensibilização dos municípios do Amazonas sobre a importância de aderir a essa luta e as atividades que serão realizadas no Estado.

Gestores de 37 municípios e as redes de proteção assistiram ao vivo a apresentação da titular da Secretaria de Estado de Assistência Social (Seas), Auxiliadora Abrantes, do auditor fiscal do Trabalho coordenador do Fórum Estadual de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil (Fepeti), Emerson Sá, e da assistente social Jéssica Sakuta, que atua na gerência de Programas, Projetos e Atendimento ao Escolar da Secretaria de Estado de Educação e Qualidade do Ensino (Seduc). A partir da próxima segunda-feira, 04/06, o vídeo, produzido no Centro de Mídias de Educação do Amazonas, ficará disponível também no canal seducnet, no YouTube.

Ao chamar os gestores dos municípios para a programação do Dia Mundial de Combate ao Trabalho Infantil, 12 de junho, a secretária Auxiliadora Abrantes lembrou que o trabalho para tirar crianças e adolescentes dessa condição acontece diariamente e quão importante é a sensibilização de toda a sociedade para não dar contribuição financeira às crianças que estão nas ruas, para não fortalecer essa realidade. “Destaco aqui a nossa parceria com Organizações da Sociedade Civil e com o Ministério Público do Trabalho (MPT), que vem sendo fundamental nessa causa”, destacou.

‘Sinaleiras’ – A secretária apresentou aos telespectadores o projeto “Sinaleiras”, que oferece ocupação produtiva (lazer, cultura e atividades de reforço escolar) às crianças e adolescentes mapeados nas sinaleiras de Manaus e convidou os municípios a se informarem sobre essa ação, que pode ser levada ao interior do Estado, considerando a realidade de cada localidade.

“No interior, temos grande incidência de crianças nos portos e feiras, fora da escola, em condição de trabalho e de violação de seus direitos. Precisamos sempre trazer à tona essa luta, porque ela é de todos. Acredito muito na força do interior do Estado”, completou.

Mobilização e sensibilização – O auditor fiscal do Trabalho e coordenador do Fepeti, Emerson Sá, também provocou os municípios a aderirem à luta pela erradicação do trabalho infantil e a engrossarem o movimento, que, no Amazonas, será lembrado, de 12 a 14 de junho, com uma programação especial, que terá, além de mobilização e sensibilização em pontos de maior incidência de crianças e adolescentes nessas condições, oficinas, no MPT, para gestores e redes de proteção.

“A ideia é levar informação para que cada município, dentro da sua realidade, possa desenvolver seu plano de ação para a erradicação do trabalho infantil”, observou.

A assistente social Jéssica Sakuta frisou que o trabalho infantil é um dos fatores do abandono escolar e que o tema pode ser trabalhado em sala de aula. “Levar essa discussão aos alunos, promover um debate em sala, é uma forma de agir preventivamente”, disse.

Órgãos parceiros – Além de Seas, MPT, Fepeti e Seduc, participam da Semana de Combate ao Trabalho Infantil no Amazonas as secretarias de Estado de Cultura (SEC), Justiça, Cidadania e Direitos Humanos (Sejusc), Empresa Estadual de Turismo (Amazonastur), Fundo de Promoção Social e Erradicação da Pobreza (FPS), Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente do Amazonas (Cedca), Centro de Educação Tecnológica do Amazonas (Cetam) e organizações da sociedade civil.

Programação da Semana de Combate ao Trabalho Infantil:

12/06 – ATO PÚBLICO DE MOBILIZAÇÃO DE COMBATE AO TRABALHO INFANTIL
LOCAL: CENTRO DE CONVIVÊNCIA DA FAMÍLIA PADRE PEDRO VIGNOLA
HORÁRIO: 14 ÀS 17h

13/06 – OFICINAS DE COMBATE AO TRABALHO INFANTIL
LOCAL: AUDITORIO DO MPT
9h – Abertura, composição de mesa e apresentação Cultural
10h – Apresentação do MDS (10 anos da Lista das Piores Formas de Trabalho Infantil e Objetivos da ODS) e perguntas
11h – Relato de experiências – Sinaleiras e Gente Grande
14h – Oficina 1 – Protagonismo de Adolescentes no Combate ao Trabalho Infantil
15h – Desafios para fortalecimento da Articulação da rede de enfrentamento

14/06 – MOBILIZAÇÃO DE COMBATE AO TRABALHO INFANTIL
LOCAL: PONTOS DE MAIOR INCIDÊNCIA DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES EM SITUAÇÃO DE EXPLORAÇÃO DO TRABALHO INFANTIL
HORÁRIO: 16 ÀS 17:30HS

FOTO: DIVULGAÇÃO/SEAS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here