Projeto da Prefeitura de Manaus estimula vinculação de grávidas às unidades de saúde

A Unidade Básica de Saúde (UBS) Leonor de Freitas, na Compensa, zona Oeste, sediou nesta sexta-feira, 18/6, o primeiro encontro do projeto “SerMãe”, da Prefeitura de Manaus, que tem o objetivo de orientar as mulheres e seus acompanhantes sobre a importância da realização do pré-natal, as mudanças que acontecem no corpo da mulher e a necessidade de cuidados especiais no período da gravidez.

A ação reuniu a equipe multiprofissional da unidade, em parceria com a aluna do curso de especialização em Saúde Pública com ênfase na Estratégia Saúde da Família, da Escola de Saúde Pública de Manaus (Esap), Hellen Bastos, idealizadora do projeto.

A secretária municipal de Saúde, Shádia Fraxe, ressaltou a importância da escuta qualificada e do acompanhamento das gestantes pelas equipes de saúde para a permanência delas no processo de cuidado, resguardando o direito à gravidez, parto e puerpério seguros e humanizados. “As ações estratégicas e indicadores de acompanhamento ao pré-natal são prioridade na gestão do prefeito David Almeida e a Semsa, por meio de suas equipes, desenvolve ações que visam qualificar o atendimento a este grupo prioritário, que são as gestantes, melhorando o acesso, acolhimento e vinculação delas às unidades de saúde”, afirmou.

A assistente social Hellen Bastos e responsável pelo projeto, destacou que este foi o primeiro encontro, mas outros deverão acontecer.

“A ideia é termos um grupo de grávidas para rodas de conversa, atividades lúdicas que despertem para a importância do pré-natal, do envolvimento do parceiro, do compromisso com as consultas e acompanhamento pela equipe, para minimizar complicações da gestação, parto e puerpério”, observou.

As atividades são realizadas observando as regras de segurança e distanciamento social.

A assistente social da UBS, Elizabeth Modernel, contou que a ideia de criar o grupo de gestantes já vinha sendo amadurecida há um tempo, por entender que o trabalho das equipes de saúde da rede pública tem como objetivo a ampliação do acesso da população aos serviços oferecidos nas unidades e às informações para que possam cuidar da saúde. “A importância desse grupo é a possibilidade de compartilhamento de informações, formar vínculos e permitir que tenhamos um cuidado de saúde no pré-natal mais potente”, explicou.

A consultora de vendas Jonara Canto, que está grávida do primeiro filho, disse que procurou a UBS Leonor de Freitas em busca de orientação, por não ter experiência. “Como é o meu primeiro filho, eu preciso de orientação sobre como cuidar da minha gravidez e depois, como cuidar do bebê. As consultas de pré-natal são muito importantes para mim, para o meu filho e também para o pai, que faz questão de nos acompanhar nas consultas”, afirmou.

Texto – Sandra Monteiro / Semsa