26.3 C
Manaus
terça-feira, dezembro 5, 2023

Projeto pedagógico utiliza tecidos africanos no ensino de Matemática e de História

A partir da História, Cultura e da Matemática, um projeto desenvolvido por alunos do Centro de Educação de Tempo Integral (Ceti) Gilberto Mestrinho, localizado na zona sul de Manaus, tem analisado a “Geometria nos tecidos africanos”. A atividade envolve os alunos do 9º ano do Ensino Fundamental, da unidade de ensino.

O projeto integra o Programa Ciência na Escola (PCE), desenvolvido pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam), em parceria com a Secretaria de Estado de Educação e Desporto Escolar. 

A atividade é coordenada pela professora Nalva Cristina dos Reis. Segundo a idealizadora, a proposta  reconhece a importância de integrar a cultura afro-brasileira na Matemática com o propósito de combater o racismo.

“Além  dos estudantes  desenvolverem uma compreensão mais profunda entre a Matemática e a cultura afro-brasileira, ao mesmo tempo são incentivados a questionar estereótipos e preconceitos raciais, em que os estudantes aprendem, não só resolver problemas geométricos, mas também a valorizar a diversidade cultural”, explicou a professora.

Para a estudante,  Valentina de Souza,  de 15 anos,  a conexão entre a  Matemática  e a cultura afro-brasileira torna o ensino mais prazeroso e  atrativo.

“Na parte da Matemática, aprendemos a simetria que é utilizada nos tecidos em diversas figuras e imagens que carregam vários  significados. Na História e na Cultura,  a  gente aprende muito sobre o significado das cores e o significado do próprio tecido e o que cada parte da África representa por meio deles, o que torna as aulas interessantes”, contou a estudante.

FOTOS: Divulgação / Secretaria de Estado de Educação e Desporto Escolar 

spot_img