As Principais Notícias do Estado do Amazonas estão aqui!

Projeto promove oficinas cênicas gratuitas e intervenções artísticas

Gov Agricultura

O projeto “Espaço Sensorial Sinestésico e os Elementos Amazônicos” promoverá duas oficinas, sendo uma de teatro e outra de performance, além de intervenções artísticas, como parte do respectivo projeto, contemplado pelo Edital de Conexões Culturais 2018, da Prefeitura de Manaus. As atividades gratuitas acontecerão nos dias 14 e 15 de dezembro, na Paróquia São Vicente de Paulo, na rua Santa Rita, bairro Compensa 3, zona Oeste.

A oficina de teatro “Corpo, personagem e imagem” será ministrada pela atriz Jôce Mendes, enquanto que a oficina de performance “Corpo – pintura corporal e movimento do corpo” será coordenada pela atriz e bailarina Mara Pacheco. As duas atividades serão feitas no domingo, 15/12, das 14h às 17h, em salas diferentes.

Cada oficina abrirá 20 vagas, podendo participar adolescentes, jovens, adultos e idosos. Aos interessados, as inscrições seguem até o dia 10 de dezembro, por meio do e-mail [email protected] ou pelo número (92) 99235-5995.

Segundo Jocê Mendes, idealizadora do projeto, as oficinas são uma forma de identificar os elementos da Amazônia que provocam o fenômeno da sinestesia em nosso corpo e, para isso, foram realizadas oficinas de teatro e performance, ao longo de quatro meses, com artistas e não artistas. O resultado dessa experiência é a intervenção artística “Corpo e sentidos da Amazônia”, que será apresentada no sábado, 14/12, às 19h, e também no domingo, 15/12, às 18h.

“Eles entenderão que os corpos são sentidos e que nós somos a Amazônia. Nós somos terra, ar, fogo e água. Não somos só seremos humanos, somos tudo. Baseado nessa experiência, esses alunos irão se apresentar no sábado e já no domingo, os novos integrantes dessas últimas oficinas também irão compor a apresentação. Queremos interagir com o público e propor essa experiência sensorial a partir dos estímulos da natureza”, explicou Mendes.

Texto – Thaís Waughan / Manasucult

Foto – Divulgação / Manauscult

você pode gostar também