Promotoria de Justiça do Meio Ambiente investiga denúncias contra Sovel da Amazônia

O Ministério Público do Amazonas, pelo Promotor de Justiça Francisco de Assis Aires Argüelles, titular da 18ª PRODEMAPH, instaurou hoje, 19/06, inquérito civil para apurar denúncias contra empresa de produção de papel instalada em Manaus. A instauração do Inquérito Civil nº 06.2021.00000308-6 toma por base denúncias de poluição ambiental possivelmente causada pela Indústria de Papel Sovel da Amazônia.

As denúncias recebidas pelo órgão ministerial apontam indícios de responsabilidade da empresa e de seus dirigentes, por eventual descumprimento da condicionante nº 09 da Licença de Operação nº 039/93-25 e por causarem poluição atmosférica que está provocando significativo desconforto respiratório olfativo nos moradores circunvizinhos da Indústria.

Além disso, há poluição de recurso hídrico natural na região circunvizinha à indústria decorrente do descarte de efluente líquido com alta concentração de lodo oriundo da reciclagem de papel/papelão sem tratamento ou neutralização prévia adequada. A Portaria de Instauração deve ser publicada na edição do Diário Oficial Eletrônico do dia 29/06/2021