Monitorando desde as primeiras horas desta quinta-feira, 10/1, os registros de ocorrências causadas pelas chuvas em Manaus, até às 10h desta manhã, a Defesa Civil atendeu quatro chamados por meio da Central 199, além de um desabamento parcial de residência que não foi registrado junto ao órgão, mas pela gravidade uma equipe de pronta resposta foi encaminha ao local.

Inicialmente, o desabamento foi atendido pelo Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Amazonas, no bairro Colônia Terra Nova 3, zona Norte. Uma parede desabou sobre um adolescente de 14 anos, que foi a óbito. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU 192) também foi acionado.

A residência foi interditada pela Defesa Civil e a família foi encaminha ao atendimento da Secretaria Municipal da Mulher, Assistência Social e Direitos Humanos (Semasc). Ainda segundo Cláudio Belém, a casa localizada à direita do imóvel afetado também apresentou infiltrações.

“Fizemos uma avaliação na residência, onde foi constatado que, além da calçada e do aterro terem sido construídos com apoio na parede, alguns sacos de areia obstruíram a passagem das águas da chuva ocasionando peso extra na estrutura que desabou.”

Até o momento, foram 72 milímetros de chuvas, em média, registrados pelo Instituto Nacional de Meteorologia do Brasil (Inmet) e pelos pluviômetros instalados pela Defesa Civil de Manaus. As zonas mais afetadas são a Leste, com 86 milímetros, e a Norte, com 82 milímetros.

Todas as ocorrências registradas seguem em atendimento.

Crédito: Divulgação / Defesa Civil