O presidente da Comissão dos Direitos Humanos da Câmara Municipal de Manaus (CMM), vereador Professor Samuel (PPS), protocolou uma indicação ao Governo do Estado, solicitando a implantação de um boxe policial com pelo menos dois soldados da Polícia Militar (PM) para cada um dos cinco terminais de ônibus instalados na cidade.

A solicitação veio após o estudante, Jhonata da Silva Pimentel, de 17 anos, ser esfaqueado, no último sábado (07), por bandidos que tentavam roubar a mãe dele, a dona de casa Maria Pinheiro da Silva, no Terminal do bairro Jorge Teixeira (T-4). O estudante morreu no dia seguinte, no hospital, e os criminosos estão foragidos. “Não podemos mais permitir que a população fique vulnerável a esse tipo de ação dos bandidos, que acabam impunes. Precisamos prevenir que vidas como a desse jovem sejam ceifadas”, declarou o parlamentar.

Segundo ele, o ofício enviado ao governador pede ainda que os policiais militares se revezem em turnos para que o policiamento ostensivo seja mantido nos terminais durante todo o dia. “Tenho certeza que se houvesse um boxe da PM e a presença de policiais no T-4, no último sábado, os bandidos teriam repensado qualquer ação contra os passageiros”, disse Samuel.

Ele lembrou que no Terminal da Avenida Constantino Nery (T-1) tem sido comum até o confronto entre gangues durante o período da noite, fato denunciado pelo vereador à Polícia. “Já fizemos várias denúncias sobre essa prática no T1, mas não tivemos retorno. Diante disso, acredito que somente a implantação de um policiamento permanente nesses terminais poderá coibir a violência contra os passageiros”.

O assassinato do estudante no T-4 está sendo investigado pela Delegacia Especializada em Roubos e Furtos (Derf), já que o caso está sendo tratado como latrocínio. Familiares informaram à imprensa que Jhonata estava esperando o ônibus para voltar para casa, juntamente com a mãe e o irmão, Jerlan Palheta de Souza, 25, quando dois homens se aproximaram e tentaram puxar a bolsa mulher.

Instintivamente, os jovens reagiram a ação dos bandidos, mas não observaram que eles estavam armados com facas. Os suspeitos esfaquearam os três e Jhonata foi a vítima mais ferida, vindo a falecer ontem, no Pronto Socorro Platão Araújo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here