Take a fresh look at your lifestyle.

PTB desiste de indicar Cristiane Brasil para o Ministério do Trabalho

-publicidade-

Foto: Agência Brasil

Nesta terça-feira (20), o PTB anunciou que vai desistir de indicar a deputada federal Cristiane Brasil para o Ministério do Trabalho. Roberto Jefferson, que é pai da parlamentar e presidente nacional do partido, disse que a retirada da indicação se dá por conta da indecisão da presidente do Supremo Tribunal Federal, ministra Cármen Lúcia, em não julgar o mérito neste primeiro semestre.

A nota, divulgada pelo Twitter, informa que a decisão foi tomada para proteger a integridade de Cristiane Brasil e para que administração do ministério não ficasse parada.

A parlamentar foi nomeada pelo presidente Michel Temer no dia 3 de janeiro, mas foi impedida de tomar posse por conta de uma decisão liminar da 4ª Vara Federal de Niterói, cinco dias após a indicação. Foi então que advogados questionaram se a deputada estaria moralmente apta a assumir o cargo, após ter sido revelado que Cristiane foi condenada pela Justiça do Trabalho a pagar mais de R$ 60 mil a um ex-motorista, em decorrência de irregularidades trabalhistas.

Depois disso, a posse da parlamentar também foi suspensa por decisões da segunda instância da Justiça Federal no Rio de Janeiro e pela ministra Cármen Lúcia. Segundo a presidente do STF, caberia ao colegiado da Corte decidir sobre a posse de Cristiane Brasil. Já o ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun, disse que Temer e sua equipe não desistiriam do nome da deputada para a pasta.

Apesar da decisão do PTB, o nome que substituirá a deputada no comando da pasta ainda não foi definido pelo partido.

Reportagem, Cintia Moreira

-publicidade-