As Principais Notícias do Estado do Amazonas estão aqui!

Público apoia novidades do 63º Festival Folclórico do Amazonas

Aproximadamente 3.500 pessoas assistiram às apresentações do Garrote Regional Estrelinha, das cirandas Sensação da Raiz e Maravilha e dos bumbás Galante de Manaus, Corre Campo e Garanhão, que abriram, neste sábado (24/08), o 63º Festival Folclórico do Amazonas, no Centro de Convenções Professor Gilberto Mestrinho – Sambódromo. Realizado pelo Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Cultura (SEC), o evento, que vai até 31 de agosto e tem entrada gratuita, trouxe este ano uma estrutura diferenciada.

“Mudamos o Festival, que acontecia no Centro Cultural dos Povos da Amazônia, para o Sambódromo, que é um local de fácil acesso para moradores de várias áreas de Manaus. E nesse novo espaço, a festa ganhou outros atrativos, como o parque de diversão. É lazer para toda a família, além de manter viva a tradição do nosso folclore”, destacou o secretário estadual de Cultura, Marcos Apolo Muniz.

As novidades foram aprovadas pela estudante Joyce de Paula. “Acho que ficou um ambiente legal, o público vê as danças mais de perto e tem os brinquedos também. Gostei”, observou.
A assistente administrativo Ana Lima disse que prestigia o Festival Folclórico todos os anos e elogiou o nível das apresentações. “Eu adoro o festival, acho as danças lindas, especialmente as cirandas. Com certeza ainda vou voltar nos outros dias”, afirmou. Pela primeira vez no evento, a assistente social Deise Siqueira levou a família para o Sambódromo. “Achei um evento organizado, tranquilo para vir com os familiares, com bastante segurança. Aprovei”.

A 63ª edição do Festival Folclórico do Amazonas continua, neste domingo (25/08), a partir das 19h, com os grupos Brilho do Campo (Garrote Tradicional), Manaú (Tribo), Clamor de um Povo (Bumbá Regional), Pidá Djapá (Cacetinho), Olinda na Roça (Quadrilha Tradicional), Tira Prosa (Bumbá Tradicional), Curió (Dança Regional), Caxemira (Dança Internacional), Kayapós (Tribo), Justiceiros do Sertão (Dança Nordestina) e Café do Ajuricaba (Dança Nacional).

Na segunda-feira (26/08), a festa começará às 19h30 e terá Gaúcha Rancho Manauara (Dança Nacional), Odalik (Dança Internacional), Lendas e Povos da Amazônia (Dança Regional), Em Busca da Paz (Quadrilha de Duelo), Cuxi Miraiba (Tribo), João e Maria (Quadrilha Cômica), Caipira na Roça (Quadrilha Tradicional), Folia e Fuleragem (Quadrilha Cômica) e Furacão Mistura e Ritmos (Dança Alternativa).

Confira a programação:
25/8 (domingo) – Início às 19h
Brilho do Campo (Garrote Tradicional)
Manaú (Tribo)
Clamor de um Povo (Bumbá Regional)
Pidá Djapá (Cacetinho)
Olinda na Roça (Quadrilha Tradicional)
Tira Prosa (Bumbá Tradicional)
Curió (Dança Regional)
Caxemira (Dança Internacional)
Kayapós (Tribo)
Justiceiros do Sertão (Dança Nordestina)
Café do Ajuricaba (Dança Nacional)

26/8 (segunda-feira) – Início às 19h30
Gaúcha Rancho Manauara (Dança Nacional)
Odalik (Dança Internacional)
Lendas e Povos da Amazônia (Dança Regional)
Em Busca da Paz (Quadrilha de Duelo)
Cuxi Miraiba (Tribo)
João e Maria (Quadrilha Cômica)
Caipira na Roça (Quadrilha Tradicional)
Folia e Fuleragem (Quadrilha Cômica)
Furacão Mistura e Ritmos (Dança Alternativa)

27/8 (terça-feira) – Início às 19h30
Cia. Art. Caracalla (Dança Internacional)
Pedro e Pedrita (Quadrilha Cômica)
Nordeste Sangrento (Dança Nordestina)
Explode Coração (Ciranda)
Mosketeiros na Roça (Quadrilha de Duelo)
Sete Quedas na Roça (Quadrilha Tradicional)
Descendentes de Lampião (Dança Nordestina)
Revolução na Roça (Quadrilha Tradicional)
Cabras de Lampião (Dança Nordestina)
Caipiras da Betânia (Quadrilha Tradicional)

28/ 8 (quarta-feira) – Início às 19h30
Manaós (Cacetinho)
Barés (Tribo)
Imperatriz Do Norte (Ciranda)
Independente do Coroado (Ciranda)
Xote Noda de Caju (Dança Nacional)
Al-Karak (Dança Internacional)
Gaviões na Roça (Quadrilha Tradicional)
Café XV de Outubro (Dança Nacional)
Funk na Roça (Dança Alternativa)
Faz Raiva na Roça (Quadrilha Tradicional)

29/8 (quinta-feira) – Início às 19h30
Cangaceiros de Lampião (Dança Nordestina)
Marupiaras do Amazonas (Quadrilha Tradicional)
Candomblé Afro (Dança Nacional)
Juventude na Roça (Quadrilha Tradicional)
Rosas de Ouro (Ciranda)
Pistoleiros na Roça (Quadrilha de Duelo)
Maués (Tribo)
Cabras do Capitão Cabeleira (Dança Nordestina)
Manaú (Cacetinho)
Emoção do Armando Mendes (Ciranda)

30/8 (sexta-feira) – Início às 19h30
Brotinhos de Petrópolis (Quadrilha Tradicional)
Cabras do Capitão Silvino (Dança Nordestina)
Força Jovem (Ciranda)
Jaq na Roça (Quadrilha Tradicional)
Tradição da Ciranda (Ciranda)
Cangaceiros do Valle Perdido (Dança Nordestina)
Binha (Ciranda)
Waimiri Atroari (Cacetinho)
Café da Redenção (Dança Nacional)
Baniwa (Cacetinho)

31/8 (sábado) – Início às 19h30
Sonho de Cirandeiro (Ciranda)
Cangaceiros de Aparício (Dança Nordestina)
Brotinhos do Coroado (Ciranda)
Diva na Roça (Quadrilha Tradicional)
Visconde (Ciranda)
Carinhoso (Bumbá Master B)
Brilhante (Bumbá Master B)
Nativa Tribal (Bumbá Master B)

Foto: Alex Maia

você pode gostar também