Take a fresh look at your lifestyle.

-publicidade-

Quatro efeitos (comprovados pela ciência) do vinho no fígado

Surpreendentemente, nem tudo é ruim…

Por Notícias ao Minuto Brasil

Não é novidade dizer que o consumo de álcool afeta a saúde do fígado. Mas sabe, realmente, como atua? A Eat This, Not That! apresenta quatro efeitos (comprovados pela ciência) do vinho no fígado.

1. O vinho pode diminuir o risco de fibrose hepática

Nem tudo é mau. Um estudo publicado pelo American Journal of Gastroenterology afirmam que beber uma quantidade moderada de vinho por semana está relacionado com um risco reduzido de fibrose hepática.

2. Mas muito vinho pode ter o efeito oposto

O consumo excessivo de álcool – vinho incluído – pode resultar em doença hepática relacionada ao álcool. O consumo excessivo pode danificar as células do fígado, promover inflamação e enfraquecer as defesas naturais do corpo.

3. Grandes quantidades de vinho podem causar hepatite e cirrose

A hepatite é uma doença inflamatória que resulta de uma infeção viral causada pelo consumo de uma quantidade maior de álcool. A cirrose é uma cicatriz permanente do fígado devido a danos a longo prazo causados ​​por problemas de saúde como a hepatite.

4. Pode desacelerar o seu fígado

Quando bebe álcool o seu fígado vai desacelerar durante o consumo. O álcool é decomposto no fígado, mas se beber mais do que um copo de vinho por hora, o órgão não será capaz de processá-lo suficientemente rápido. O álcool não processado irá então para a sua corrente sanguínea, o que causa a sensação de intoxicação.

Foto: Shutterstock

Fonte: Notícias ao Minuto Brasil

-publicidade-