Eficácia de tratamento para esta condição, frequente entre homens e mulheres, depende também da dedicação dos pacientes.

Os avanços da tecnologia e dos estudos têm ajudado quem apresenta essa condição. Hoje, o mercado oferece muitas formas de tratamentos, mas a indicação vai depender da causa e da prescrição do médico dermatologista. Quem sofre com esse tipo de problema, já deve ter ouvido falar sobre alopecia androgenética, uma situação mais comum do que se imagina.

Tanto homens quanto mulheres são afetados por essa doença que, como o próprio nome já diz, é genética e ainda não tem cura. Mas, existem várias formas para estagnar o desenvolvimento e até mesmo reverter o processo de alopecia. De acordo com a dermatologista e tricologista Leticia Contin, “a alopecia androgenética é caracterizada pela rarefação dos fios capilares, levando ao afinamento progressivo até a completa perda do folículo piloso. Nesses casos, para obter um tratamento eficaz, o processo exige dedicação dos pacientes”.

Essa doença, que assusta muita gente, afeta principalmente a autoestima das pessoas e consequentemente abala a vida social e profissional de quem vivencia esse problema. Para estabelecer o melhor tratamento, é fundamental a avaliação de um tricologista, para diagnosticar as causas e definir o melhor método para o tipo de queda capilar e o estilo de vida da pessoa.

“Uma combinação de tratamentos que tem sido utilizada para auxiliar no tratamento da Alopecia Androgenética é o microagulhamento associado à laserterapia. No caso do microagulhamento, aplicações de medicamentos são feitas junto com os orifícios produzidos diretamente no couro cabelo. Já a laserterapia, é um tratamento domiciliar, você pode fazer suas sessões em casa de forma rápida, prática e indolor, potencializando os resultados”, explica dra. Leticia.

Um dos dispositivos mais eficazes para o tratamento de laserterapia capilar é a Hairmax Laserband 82, que costuma ser usada tanto em consultórios médicos quanto em casa, para a manutenção/potencialização dos resultados. Em forma de tiara e muito prático, o equipamento conta com 82 pontos de diodos de laser, que estimulam e fortalecem o crescimento dos fios. Desenvolvido nos Estados Unidos e comercializado no Brasil com exclusividade pela Onderma, o home device é aprovado pelo FDA e ANVISA, respectivamente, os órgãos que regulamentam produtos ligados à área da saúde, nos EUA e nos Brasil.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here