Amazonas Notícias

Queijo de Parintins é celebrado: um estímulo para pecuaristas e especialistas

A leiteria Macurany, situada em Parintins, distante 369 quilômetros de Manaus, recentemente posicionou o Amazonas no mapa dos aficionados por queijos devido a um reconhecimento internacional. O mérito veio através de um prêmio conquistado na 3ª ExpoQueijo em Araxá, Minas Gerais, onde o queijo tipo manteiga da leiteria foi agraciado com o Prêmio Ouro na Categoria Mista.

Este destaque não só homenageia a dedicação da família pecuarista por trás da leiteria Macurany, mas também ressalta a contribuição inicial do Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Amazonas (Idam). No início, o Idam desempenhou um papel crucial, auxiliando na mecanização do solo e na implementação de um programa de pasto rotativo.

O veterinário da Unidade Local de Parintins, Octacílio José Pessoa Ferreira Neto, afirmou que o papel do Idam é impulsionar práticas agrícolas em Parintins. Desde melhoramento genético do gado até instruções de comercialização e seleção de queijos, o Instituto adota tecnologias da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) para instruir os produtores.

“É uma satisfação perceber o crescimento dos produtores locais. Inicialmente, compartilhamos técnicas para produzir iogurte e queijo minas. Observar esses produtores caminhando independentemente na produção é uma verdadeira realização para nós”, comentou Ferreira Neto.

A conquista da queijaria Macurany ressoou em todo o Setor Primário do Amazonas, oferecendo inspiração para todos aqueles interessados em investir na agroindústria regional.

Rickson Valente, gerente da Unidade Local do Idam em Parintins, reforçou a importância desse feito: “Ter um empreendimento de renome tanto nacional quanto internacional em nosso meio é uma verdadeira honra. Nosso foco sempre foi apoiar os produtores familiares e ver um deles brilhando desta forma é um exemplo a ser seguido”.

Imagens fornecidas por Divulgação/Idam

Relacioandos