Take a fresh look at your lifestyle.

Rafael Fernandes vai responder por morte de Miss e enfrentará júri popular

Ele passou por exame de sanidade mental e a Justiça entendeu que ele deve responder pelos atos

-publicidade-

Manaus – Rafael Fernandez deve responder pelo assassinato da Miss Manicoré Kimberly Mota, que tinha 22 anos. A defesa do réu-confesso do crime, o havia solicitado um incidente de insanidade mental, mas após resultado da perícia-médica, a Justiça Amazonense entendeu que Rafael pode ser responsabilizado pelo feminicídio da ex-namorada.

A decisão assinada pelo juiz Anésio Rocha Pinheiro, da 2ª Vara do Tribunal do Júri da Capital, decreta que caso Rafael seja condenado,  cumprirá pena criminal e não medida de segurança. O processo está em andamento e ele vai a júri popular composto por sete jurados.

Rafael confessou ter matado a Miss após um ataque de ciúmes. O crime aconteceu no dia 10 de maio, no apartamento dele em um condomínio na avenida Joaquim Nabuco, no bairro Centro, Zona Sul de Manaus.

Ele foi preso no dia 15 de maio, após fuga pelo estado de Roraima. Atualmente ele está no Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM), à disposição da Justiça.

-publicidade-