Amazonas Notícias

‘Recicla Galera’ entrega EPIs e uniformes para Associação de Catadores de Apuí

‘Recicla Galera’ entrega EPIs e uniformes para Associação de Catadores de Apuí

O projeto ‘Recicla, Galera’ realizou uma série de entregas para fortalecer a Associação de Catadores de Apuí (a 453 quilômetros de Manaus). Por meio da iniciativa, realizada pela Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema), cerca de R$25 mil em Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) e uniformes foram entregues à categoria, na quinta-feira (31/08).

A entrega foi realizada em parceria com a Fazenda Boa Fé e a Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semmas). O objetivo é estruturar, com segurança, os trabalhos de coleta e reciclagem, para que os catadores possam atuar de maneira ordenada durante e após o “Recicla, Galera”.

“Os catadores são linha de frente do ‘Recicla, Galera’. Por isso a ação inclui, necessariamente, o fortalecimento da categoria. Não é apenas sobre destinar corretamente resíduos, mas também sobre dar condições para que esses profissionais estejam estruturados para atuar pelo projeto e, depois, no dia a dia da cidade”, disse a secretária executiva adjunta da Sema, Fabrícia Arruda.

Foram entregues, ao todo, 11 kits com camisas personalizadas, além de botas de borracha, luvas e óculos de proteção. Neste ano, a Sema, junto à Secretaria Municipal de Meio Ambiente, viabilizou o reconhecimento dos catadores do município enquanto associação organizada.


“A gente conseguiu dar passos muito importantes para além das parcerias. Isso só está sendo possível por haver essa mobilização e união dos catadores, para que todos possam ter sua representatividade. Essa colaboração entre a associação e a Secretaria Municipal pode ser permanente no sentido de trabalho, como mais uma alternativa de geração de renda”, disse o secretário municipal de Meio Ambiente, Domingos Bonfim.

Para Aroldo dos Santos, vice-presidente da Associação de Catadores de Apuí, nomeada “Associação Cidade Limpa”, o apoio do Governo do Amazonas é fundamental e necessário para que o município construa, em seus habitantes, o sentimento de consciência ambiental.

“O legado já está construído e consolidado no pensamento das pessoas. Antes, só se falava em ‘lixo’, e não é lixo, é material reciclável. É uma herança que vai ficar para a cidade, de saber que nós temos muitos materiais recicláveis, e além disso, temos pessoas, seres humanos que estão nessa linha de frente. É histórico para Apuí”, completou.

FOTO: Noir Miranda/Sema

Relacioandos