Take a fresh look at your lifestyle.

-publicidade-

-publicidade-

Recomeço: mais dois pacientes recuperados da Covid-19 retornam a Manaus, após tratamento no Rio Grande do Norte

Ao todo, 250 pacientes voltaram curados para o Amazonas

Eles venceram a Covid-19 e voltaram para casa. Fabiano Valente e Edilson da Gama, que haviam sido transferidos pelo Governo do Amazonas para continuarem o tratamento em Natal (RN), desembarcaram no Aeroporto Internacional Eduardo Gomes na noite desta quinta-feira (25/02), totalmente curados do vírus. Com a chegada deles, chega a 250 o número de pacientes recuperados que retornaram a Manaus.

Após mais de seis semanas de internação, os pacientes consideram ter ganhado uma nova oportunidade de viver. “Eu acho que, se Deus não quis que eu fosse agora, é porque ele deve ter um plano na minha vida. E eu vou abraçar da melhor maneira possível”, avaliou Edilson da Gama.

“Sou grato por todos os momentos que passei lá no hospital e aqui, por essa viagem. Agradeço ao Governo que hoje eu estou aqui grato pela saúde, porque Deus restituiu de novo minha vida”, acrescentou Fabiano Valente.

Aliviados por estarem de volta ao estado, eles foram recebidos por técnicos do Fundo de Promoção Social e Erradicação da Pobreza (FPS), além de servidores da Casa Militar do Governo do Amazonas, responsáveis pela organização logística para levar os pacientes para casa.

Transferidos – As transferências de pessoas acometidas pela Covid-19 são realizadas por meio do Plano de Cooperação firmado entre os governos estadual e federal, com objetivo de desafogar as unidades hospitalares da capital.

O Governo do Amazonas deu início à operação para transferir pacientes no dia 15 de janeiro. Até esta quinta-feira (25/02), 542 pacientes com Covid-19 haviam sido transferidos para 16 estados, além do Distrito Federal.

No último dia 13, o Governo iniciou uma nova fase da missão, para desafogar o sistema de saúde do interior do estado. Até agora 55 pacientes dos municípios foram transferidos para seguir tratamento na capital.

FOTO: Lucas Silva/Secom

-publicidade-