As Principais Notícias do Estado do Amazonas estão aqui!

Recuperação vegetal de área verde na zona Oeste marca comemoração do Dia da Árvore

Em alusão ao Dia da Árvore, comemorado no dia 21 de setembro, a Prefeitura de Manaus realizou na manhã desta sexta-feira, 20/9, o plantio de mais 200 mudas de espécies arbóreas nativas em trechos de área verde e de preservação permanente no loteamento Jardim Versalles 2, no bairro Redenção, zona Oeste.

A ação de plantio faz parte do programa Arboriza Manaus, coordenado pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas), que já soma 34,7 mil árvores plantadas, desde 2016, em 114 logradouros públicos da cidade, com ações sistemáticas de manutenção de canteiros.

“Estamos em uma área onde havia antes lixo e degradação. Aproveitamos para implantar arborização nativa, como buriti e açaí, e atendemos também os anseios dos moradores que sempre buscam frutíferas, como acerola, graviola, cacau, cupuaçu, ingá, e terão nessa área um referencial de pomar urbano”, afirmou a secretária municipal de Meio Ambiente, em exercício, Aldenira Queiroz.

A secretária em exercício destacou que as ações de arborização da Prefeitura de Manaus têm como finalidade promover não só a mudança da paisagem urbana, como também atender aos anseios da população em relação às áreas verdes e de preservação permanente.

Aldenira mencionou também que o Arboriza Manaus, lançado pelo prefeito Arthur Virgílio Neto, entra agora na fase de levantamento inventarial de todas as árvores plantadas desde 2016. A finalidade será a de georeferenciar o trabalho realizado na cidade e criar um banco de dados sobre a arborização urbana. “Agora podemos citar que o Arboriza entra na etapa de estudos acerca da cobertura vegetal da cidade, que poderá nos dar um quadro atual da arborização, somado à vegetação das áreas protegidas da cidade”, observou.

Também presente na ação, o vereador Joelson Silva enfatizou o esforço que vem sendo desenvolvido pela gestão municipal no intuito de transformar a paisagem urbana. “Essas ações vem sendo realizadas em várias áreas da cidade e aqui ganha uma conotação ainda mais importante por se tratar de uma área de preservação permanente (APP) e estar sendo feita em alusão ao Dia da Árvore”, afirmou o vereador. A data, segundo ele, é uma oportunidade de se intensificar as ações de defesa do meio ambiente e chamar atenção da população para a importância da floresta, tão em evidência atualmente. “Manaus está em pauta, assim como a discussão sobre a floresta amazônica e o meio ambiente. E não poderia ser diferente: a cidade está imbuída em fazer um trabalho de conscientização e arborização com a finalidade de se tornar de fato a cidade ecológica como é conhecida no mundo inteiro”, ressaltou.

Minicurso e conscientização

Além do plantio, os moradores do entorno participaram de uma edição gratuita do minicurso sobre noções básicas de jardinagem e paisagismo, oferecido pela Semmas, com uma aula prática destinada à implantação de um jardim em um canteiro da área de convivência do conjunto. “A Semmas realiza ao longo do ano uma série de minicursos sobre temas ligados à arborização e ao paisagismo como forma de capacitar a população a cuidar das áreas plantadas e dar a ela a sensação de pertencimento sobre aquelas árvores e mudas ornamentais plantadas”, afirmou a secretária em exercício Aldenira Queiroz. Esse envolvimento garante a redução de perdas por vandalismo e um índice maior de crescimento das mudas.

Desde o ano passado, o Arboriza Manaus abriu espaço para as ações de jardinagem e paisagismo, propostas pela primeira-dama e presidente do Fundo Manaus Solidária, Elisabeth Valeiko Ribeiro. Já foram plantadas mais de 110 mil mudas ornamentais em jardins espalhados pela cidade. Com os minicursos, a população ajuda a cuidar dos canteiros. Os moradores do loteamento agradeceram os ensinamentos de jardinagem repassados durante as aulas. “É muito importante o conteúdo que a Prefeitura de Manaus passa pras pessoas nessas aulas e nos ajuda a valorizar ainda mais o meio ambiente”, afirmou Marilene Maia, moradora do Jardim Versailles 2.

Outra atividade que aconteceu na manhã desta quinta-feira foi a sensibilização contra as queimadas, com distribuição de ventarolas e o grito “Diga não às queimadas!”, como ato simbólico da campanha.

Foto – Altemar Alcântara / Semcom e Arlesson Sicsú /Divulgação Semmas

você pode gostar também