Take a fresh look at your lifestyle.

-publicidade-

-publicidade-

Rede da ONU para o Desenvolvimento Sustentável abre vagas para voluntários na Amazônia

A iniciativa jovem da Rede de Soluções para o Desenvolvimento Sustentável da Amazônia (SDSN Amazônia) está com vagas abertas para inscrição de voluntários com idade entre 18 e 30 anos. Ao todo, são 17 vagas para suporte em mapeamento e atualização de informações das soluções sustentáveis que são divulgadas na plataforma georreferenciada (10 vagas), sendo uma vaga para georreferenciamento, comunicação com especialidade em edição de videos (1 pessoa), engajamento acadêmico (3 voluntários) e relacionamento institucional (3 vagas).

“O perfil de candidato que procuramos são jovens engajados, que queiram contribuir com a disseminação do desenvolvimento sustentável e da Agenda 2030, e que queiram transformar seus incômodos sociais em ação”, explica a Coordenadora de Rede da SDSN Jovem, Gabrielly Lima.

Atualmente, a equipe dispõe de 17 voluntários, de diferentes localidades do Brasil. “A gente conta com um ambiente diverso, colaborativo, que exercita o networking global com milhares de jovens presentes em inúmeros outros países da rede”, acrescenta Gabrielly.

No voluntariado, os participantes podem exercitar, principalmente, competências de gestão, liderança e trabalho em equipe. “A SDSN Jovem visualiza disseminar conteúdos relacionados aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável engajando a juventude amazônica a se tornar protagonista das oportunidades e soluções pautadas na liderança jovem, a nível local, regional e global”, afirma.

As pessoas interessadas em se candidatar às vagas de voluntariado da SDSN Jovem Amazônia podem se inscrever até o dia 4 de junho, por meio do link: http://bit.ly/VoluntarioSDSNamazonia.

SDSN Jovem Amazônia

Em 2015, a SDSN global lançou sua iniciativa oficial da juventude para capacitar jovens no mundo com o objetivo de criar soluções para o desenvolvimento sustentável. Na Amazônia, a rede iniciou suas atividades em 2016, envolvendo jovens de países da bacia amazônica na Agenda 2030, sendo protagonistas e proponentes de soluções para o desenvolvimento sustentável da região.

A rede atua por meio de voluntários e possui organizações-membro lideradas pela juventude, mobilizando conhecimento local na busca e criação de soluções principalmente nos oito países da Bacia Amazônica: Brasil, Bolívia, Colômbia, Equador, Guiana, Peru, Suriname e Venezuela, e Guiana Francesa.

Sobre a SDSN Amazônia

A SDSN Amazônia é uma rede vinculada à ONU e secretariada pela Fundação Amazônia Sustentável (FAS) que visa integrar os países da Bacia Amazônica, engajando universidades, organizações não governamentais, centros de pesquisa, instituições governamentais e privadas, organizações multilaterais e sociedade civil para promover a resolução prática de problemas para o desenvolvimento sustentável da região. Mais informações sobre a rede estão disponíveis no site: www.sdsn-amazonia.org.

-publicidade-