Take a fresh look at your lifestyle.

-publicidade-

Reeducandos do Amazonas participam do concurso de redações da Defensoria Pública da União

A Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap), por meio da Escola de Administração Penitenciária (Esap), disponibilizará, aos internos e servidores das unidades prisionais de Manaus, a oportunidade de participarem do 6º Concurso de Redação da Defensoria Pública da União (DPU). O tema da redação deste ano é “Entre o céu e o asfalto: onde está a dignidade da população de rua”.

De acordo com a diretora da Esap, Sônia Cabral, as inscrições para esta edição estão sendo realizadas por meio de uma equipe técnica da escola, e a entrega das redações está sendo feita pelo e-mail da instituição. Ao todo, 167 internos estão aptos a participar do concurso.

Os candidatos já estão recebendo orientações e treinamento por meio de professores disponibilizados pela própria Esap, por intermédio das aulas regulares que ocorrem nas unidades. A aplicação das redações ficará a cargo de uma equipe multidisciplinar, que envolverá psicólogos, pedagogos e assistentes sociais.

As redações serão feitas de maneira individual, devendo ser inéditas, originais e respeitando os limites de no máximo 30 linhas e no mínimo 20. Poderão participar desta edição os reeducandos matriculados a partir do 6° ao 9° ano do Ensino Fundamental, e do 1° ao 3° ano do Ensino Médio, da modalidade de Educação para Jovens e Adultos (EJA) a Pessoas Privadas de Liberdade (PPLs), servidores do sistema penitenciário e unidades prisionais.

Os reeducandos que tiverem suas redações submetidas ao concurso receberão um certificado de participação assinado pela DPU e pelo Departamento Penitenciário Nacional (Depen), contendo carga horária de 12 horas.

Premiação – Os três primeiros colocados em cada categoria do concurso receberão prêmios, sendo eles: um smartphone para cada reeducando que ficar em primeiro lugar; um tablet para cada um que ficar em segundo ou terceiro lugar; um tablet para os três primeiros colocados entre os servidores; e um tablet para os três estabelecimentos penais que obtiverem – em nível nacional – o maior percentual de participantes.

FOTO: Divulgação/Seap

-publicidade-