Take a fresh look at your lifestyle.

-publicidade-

Reeducandos fazem vestibular para cursos em EAD na Estácio em Manaus

Noventa e um reeducandos do Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj), localizado no km 08 da BR-174 (Manaus-Boa Vista) participaram, neste sábado (05/12), do vestibular para cursar o Ensino Superior à Distância da Universidade Estácio de Sá. A iniciativa faz parte do projeto “Libertando o Saber”, desenvolvido pela Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) em parceria com a empresa cogestora da unidade, Reviver Administração Prisional Privada.

Desta vez, os participantes concorrem a mais de 90 vagas em cursos das áreas de exatas e humanas. Entre os mais procurados, estão: administração, logística, línguas, gastronomia e marketing. Os aprovados podem garantir uma bolsa parcial de 50% a 70% na graduação da Universidade. O pagamento da segunda parte do desconto fica a cargo dos seus familiares. Com essa oportunidade, os internos podem dar mais um passo rumo à ressocialização e capacitação profissional.

De acordo com Mamede Jezini, gerente de Produção do Compaj, o procedimento para a escolha de quem poderia fazer o vestibular baseou-se no comportamento dos internos. “Primeiramente foi feito um levantamento na carceragem para ver quem estava apto a prestar o vestibular, o que resultou nesses 91 reeducandos. Após a filtragem, foi realizada uma segunda etapa, desta vez envolvendo o comportamento dos mesmos”, explica.

Para o diretor da unidade, Lucas Maceda, ver a chegada de cursos de graduação aos custodiados é um sonho antigo que está podendo ser realizado agora. “Essas ações trazem dignidade aos internos e os ajuda a visualizar novos horizontes. Hoje é motivo de muita felicidade, para nós do sistema, poder participar ativamente da transformação dos internos”, disse.

Pioneirismo – O Compaj é o estabelecimento prisional amazonense pioneiro em reeducandos inseridos no programa de ensino à distância, com um total de 30 estudantes.

Foto: Divulgação/Seap

-publicidade-