As Principais Notícias do Estado do Amazonas estão aqui!

Referência em cirurgias reparadoras no Estado, Hospital Infantil Dr. Fajardo recebe reforma e ampliação

O Governo do Amazonas, por meio do Fundo de Promoção Social e Erradicação da Pobreza (FPS), realizou nesta segunda-feira (11/11) a solenidade de entrega da reforma e ampliação do Hospital Infantil Dr. Fajardo. Ao todo, foram repassados R$ 407.842,11 para a reforma geral. A cerimônia aconteceu na sede do hospital, na avenida Joaquim Nabuco, na zona sul de Manaus.

A reforma e ampliação da unidade contaram com manutenção na pintura, piso, troca de portas, modulações, recuperação da fachada e reativação de 12 leitos que estavam bloqueados.

“O sentimento é de muita felicidade e gratidão, porque o Fajardo hoje é um hospital referência para o nosso estado em cirurgias como, por exemplo, lábio leporino, e também no atendimento para crianças autistas. Hoje, o Fundo de Promoção Social, assim como as demais secretarias, tem um olhar muito voltado para a criança com necessidades especiais, e essa reforma, ampliação, que aconteceu aqui no hospital, vai poder ampliar também o atendimento dessas crianças especiais”, afirmou a secretária-executiva da FPS, Kathlen dos Santos.

O Hospital Infantil Dr. Fajardo atende crianças e adolescentes de 0 a 18 anos de idade, com uma equipe multidisciplinar nas seguintes especialidades: Cirurgia Pediátrica, Enfermagem, Endocrinologia, Fonoaudiologia, Imunização, Laboratório, Pediatria, Nutrição, Odontologia, Psicologia, Radiologia e Serviço Social. Mensalmente são atendidas aproximadamente 3 mil crianças na instituição, nas mais diversas especialidades. O ambulatório funciona de segunda a sexta-feira, e atende, em média, 300 crianças por dia, com a realização de 1 mil procedimentos, entre consultas, vacinas e palestras.

“Vai melhorar muito, porque foi feita uma reforma e ampliação aqui do hospital pelo Fundo de Promoção Social”, afirmou o diretor do hospital, Aly Ballud. “O update vai ser de pelo menos uns 12 leitos reativados com essa reforma. Nós fazemos a parte de cirurgia, cirurgia plástica, cirurgia odontológica, pediatria e endocrinologia, e vai ser muito bom para o hospital isso daí”, complementou.

Segundo a diretora de departamento de saúde da capital, Nayara Maksoud, a ampliação e a reforma garantem melhorias não só no atendimento, mas na estrutura de higiene e organização dentro do hospital.

“Essa modificação, essa renovação estrutural, essa ampliação que aconteceu aqui no Fajardo, ela também tem um retorno para a rede de saúde. A gente pode fazer com que o acolhimento, com que o período de internação e a rotatividade de leitos seja cada vez maior, e que a gente possa acolher cada vez maior um número de demandas, principalmente porque é um hospital infantil, e o nosso público infantil precisa de atendimento de qualidade”, disse.

O Dr. Fajardo é referência no Amazonas e em estados vizinhos nas cirurgias de queiloplastia (reconstrução dos lábios) e palatoplastia (reconstrução da anatomia que separa a cavidade nasal e oral), e em atendimento odontológico a crianças autistas. De acordo com a instituição, o serviço atende pacientes com grau de autismo considerado severo, em procedimentos cirúrgicos e odontológicos que só podem ser feitos dentro de um centro cirúrgico. São realizadas, em média, 65 cirurgias por semana na unidade.

Das cirurgias labiopalatais realizadas no hospital, a queiloplastia é realizada em pacientes a partir dos 3 meses de idade. Já a palatoplastia é feita a partir dos 12 meses.

Cirurgias odontológicas para crianças especiais – A unidade é o único hospital que realiza procedimentos de cirurgia plástica odontológica reparadora em crianças com necessidades especiais, entre elas o autismo.

Queiloplastia – A queiloplastia funcional visa tratar alterações congênitas ou adquiridas, sendo realizado o procedimento com o objetivo de reconstrução labial. Em alguns casos, o problema pode aparecer logo ao nascimento, e a fissura labial, como é conhecida, deve ser corrigida até os três primeiros meses de vida. O problema pode se agravar na fase adulta, caso não seja corrigido a tempo.

Palatoplastia – É a cirurgia plástica que reconstitui o palato. O palato é dividido em palato mole e palato duro. O palato mole é sustentado pelo músculo elevador do palato, que é responsável pelo fechamento entre o palato e a faringe durante a deglutição, para evitar o refluxo nasal. Quando existe flacidez do palato mole, por sustentar as amígdalas hipertrofiadas, ocorre a vibração durante o sono, gerando ronco. Em alguns casos, nos quais há o colabamento, pode haver apneia e muita dificuldade de manter o sono prolongado.

FOTO: Bruno Zanardo/Secom

você pode gostar também