As Principais Notícias do Estado do Amazonas estão aqui!

Região Norte deve vacinar mais de quatro milhões de pessoas contra a gripe

Terceira e última fase da Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe teve início dia 11 de maio

Terceira e última fase da Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe teve início dia 11 de maio. É muito importante que a população da região Norte do país fique atenta para quem deve se vacinar, pois a expectativa é proteger todo o público-alvo da região, formado por quatro milhões e trezentas mil pessoas. Apesar disso, pouco mais de um milhão e meio de pessoas procuraram os postos de saúde para se vacinar contra a doença. Neste momento em que o mundo vive uma pandemia por conta do novo coronavírus, além de proteger a população contra a gripe, essa vacina é importante para ajudar a combater a Covid-19, como explica a Coordenadora Geral do Programa Nacional de Imunizações do Ministério da Saúde, Francieli Fontana.

“Essa vacina não protege contra o coronavírus e sim contra a Influenza mas pode auxiliar nos diagnósticos da Influenza e, com isso, identificar mais rapidamente o coronavírus. Pretendemos proteger a população contra o Influenza e, também, minimizar o impacto sobre os serviços de saúde.”

E para aquelas pessoas que ficam receosas de tomar a vacina contra a gripe, a Coordenadora Geral do Programa Nacional de Imunizações, Francieli Fontana, deixa um recado.

“A vacina para Influenza é segura, com uma boa efetividade. Ela já é utilizada em milhões de pessoas, todos os anos. A vacina que é recomendada pela Organização Mundial da Saúde.”

A vacina contra a gripe está disponível nos postos de vacinação e será administrada na terceira fase seguindo duas etapas. Na primeira, o público-alvo são as crianças de 6 meses a menores de 6 anos, grávidas, mães no pós-parto até 45 dias e pessoas com deficiência. Essa etapa vai ser realizada até o dia 17 de maio. Já a segunda etapa começa a partir do dia 18 de maio e vai até 5 de junho e inclui, também, pessoas de 55 a 59 anos e professores de escolas públicas e privadas.

Em caso de fila, as pessoas, dos grupos prioritários, devem manter distância de dois metros da outra pessoa.

Repórter Janary Bastos Damacena