As Principais Notícias do Estado do Amazonas estão aqui!

Região Norte Recebe Oficinas para os Editais de Cultura do MinC

O Ministério da Cultura – por meio de sua Secretaria da Cidadania e da Diversidade Cultural – lançou, no dia 2 de julho de 2015, três editais para fomento de iniciativas relacionadas à Política Nacional de Cultura Viva. Ao todo, serão liberados R$ 13,428 milhões, a serem distribuídos entre 210 iniciativas.

Os editais são: Pontos de Mídia Livre, Pontos de Cultura Indígena e Cultura de Redes (que está desmembrado em dois editais).

O primeiro edital apoiará iniciativas de comunicação compartilhada e participativa que busquem interatividade com o público, realizadas ou promovidas por coletivos culturais ou por entidades culturais. Trata-se da Terceira Edição do Prêmio Pontos de Mídia Livre, destinado a entidades e coletivos culturais que diretamente produzem e/ou apoiam iniciativas de mídia livre.

Com gestão da Secretaria da Cidadania e da Diversidade Cultural do MinC e parceria da Secretaria do Audiovisual, também do MinC, e da Funai (Fundação Nacional do Índio), o Edital de Seleção Pública do Prêmio Pontos de Cultura Indígenas destina-se à valorização e estímulo a iniciativas culturais de povos indígenas e suas comunidades, certificando-as como Pontos de Cultura, caso desejem. Somente os povos indígenas e suas comunidades poderão concorrer, mas eles poderão ser representados por organizações indígenas juridicamente constituídas (com CNPJ) ou por pessoa física, mediante autorização expressa das comunidades representadas.

Já o Edital Cultura de Redes é subdividido em dois editais: Categoria Local e Categoria Nacional/Regional. O edital de Categoria Local é dividido em suas subcategorias: a primeira categoria, destinada a entidades culturais, com CNPJ, selecionará iniciativas com pelo menos um ano de existência, que se articulem em âmbito local ou territorial, de caráter temático, identitário ou de colaboração artística e cultural. A entidade deverá ter atuação comprovada na área cultural de pelo menos dois anos.A segunda categoria é destinada a coletivos culturais. Mesmo não se exigindo CNPJ dos coletivos, eles deverão comprovar atuação de pelo menos dois anos na área cultural e as iniciativas fomentadas deverão existir há pelo menos um ano.

O quarto edital fomentará 20 projetos destinados ao fomento, desenvolvimento e criação de redes relacionadas ao setor cultural em todo o Brasil, divididas em duas categorias: Categoria Rede Nacional, que premiará 10 projetos, no valor de R$ 200.000 cada, que contemplem redes de caráter temático, identitário ou de colaboração artística e cultural, que articulem iniciativas em no mínimo cinco estados da federação e que comprovem uma articulação regular e contínua entre essas iniciativas pelo período mínimo de um ano antes da publicação do edital; e Categoria Rede Regional, que premiará 10 projetos, no valor de R$ 100.000 cada, que articulem iniciativas de caráter temático, identitário ou de colaboração artística e cultural, em âmbito regional, e que comprovem uma articulação regular e contínua entre essas iniciativas pelo período mínimo de um ano anterior à publicação do edital.

Para fornecer informações e tirar dúvidas dos interessados em participar dos editais, o Ministério da Cultura promoverá oficinas em diversas cidades do Brasil. Na Região Norte, já estão confirmadas três oficinas nos próximos dias, a serem realizadas, respectivamente, em Rio Branco (AC), nesta sexta-feira (10); Marabá (PA), dia 11, sábado, e em Belém, no dia 15 de julho. Brevemente serão divulgadas novas datas de oficinas para os demais estados.

Confira abaixo a programação:

 10/07 – Rio Branco (AC)

LOCAL: SESC-BOSQUE

Av. Getúlio Vargas, 2472 – Bosque

Horário: 14:00

 

11/07 – Marabá (PA)

Biblioteca Municipal Orlando Lima Lobo.

Rua 5 de Abril nº 696 – Centro – Marabá Pioneira

Horário: a partir das 8h00

15/7 – Belém (PA)

Auditório da Representação Regional Norte/MinC

Av. Governador José Malcher, 474 – Nazaré

Horário: 15:00

Saiba mais sobre os editais

Inscreva-se

Eventuais dúvidas sobre os editais devem ser direcionadas ao e-mail: [email protected]