Take a fresh look at your lifestyle.

-publicidade-

Registro de projetos industriais está mais ágil no AM

O registro de projetos de viabilidade econômica no Conselho Regional de Economia do Amazonas (Corecon-AM) para a implantação de empresas no Polo Industrial de Manaus (PIM) está mais ágil e mais transparente. A medida só foi possível graças à certificação do conselho na NBR 9001, que é um conjunto de normas de padronização para um determinado serviço ou produto, informou o presidente da instituição, Marcus Evangelista. O Corecon/AM do Amazonas é o primeiro no sistema do Conselho Federal de Economia (Cofecon) a aderir à certificação.

Toda empresa que pretende se instalar no PIM é obrigada a apresentar um projeto de viabilidade junto aos órgãos reguladores (Seplan e Suframa) assinado por um economista e essas propostas precisam ser analisadas e registradas no Conselho de Economia do Estado. A média de registros de projetos industriais no Amazonas é de 410 empresas ao ano.

Com a certificação na ISO 9001, o Corecon/AM promoveu a padronização de todos os processos administrativos e de fiscalização executados pelo conselho garantindo assim que a empresa de consultoria econômica ou o economista autônomo tenham mais celeridade na análise de seus projetos. “Se antes o conselho demorava uma manhã ou um dia para analisar e registrar o projeto, hoje dura menos de uma hora”, declarou Marcus Evangelista.

Para ele, a medida aumentará o tempo de produção das empresas de consultoria e economistas autônomos contribuindo assim para o desenvolvimento local. “Com menos tempo em burocracia, a empresa de consultoria ou consultor ganha mais tempo para produzir. Esse benefício beneficia a classe e toda a economia do Estado”, completou.

Transparência

O presidente do Corecon/AM também ressaltou que os indicadores utilizados na NBR 9001 possibilitam maior transparência da gestão como todo, onde poderemos identificar qualquer problema (chamado agora de não conformidade) de maneira clara onde serão analisadas e tratadas as causas. “Através das análises críticas destes indicadores poderemos medir a eficiência de nossas ações e assim monitorar o grau de satisfação dos nossos registrados no Corecon/AM”, disse.

Ele explicou ainda que a implantação da ISO foi feita em seis meses no ano passado e a Certificação foi creditada pela Certificadora Apcer que tem sua matriz em Portugal. “Nosso certificado tem validade internacional e como presidente sinto-me realizado com esse trabalho e espero que os frutos dessa conquista sejam percebidos por nossos registrados e pela sociedade em geral”.

A ISO 9001

É através do ISO 9001 que uma organização melhora a prestação de serviço ao cliente. Além disso, a certificação também é usada para medir o nível de satisfação dos clientes, melhorando a eficácia da gestão da empresa ou instituição. Para obter a ISO 9001, uma empresa ou instituição deve cumprir certos requisitos para que as várias fases do processo de trabalho sejam cumpridas de forma adequada, aplicando padrões reguladores.

-publicidade-