Take a fresh look at your lifestyle.

-publicidade-

-publicidade-

“RespirAR” -Oito pacientes atendidos pelo programa têm alta da fisioterapia pós-Covid-19

Realizado pelo Governo do Estado, através da Fundação Amazonas de Alto Rendimento (Faar), em parceria com o Fundo de Promoção Social e Erradicação da Pobreza (FPS), o programa “RespirAR”, de atendimento fisioterapêutico a pacientes que venceram a Covid-19, realizado na Vila Olímpica de Manaus, certificou na manhã desta quarta-feira (24/03) os primeiros oito pacientes que concluíram o tratamento de recuperação das sequelas da doença. O diretor-presidente da Faar, Jorge Elias Costa, foi quem entregou os certificados.

O dia foi marcado como um grande passo na vida dessas oito pessoas, que já haviam vencido a Covid-19, mas que precisavam superar as dificuldades para respirar e andar, deixadas pela doença. Para isso, elas contaram com o programa RespirAR e, a partir de hoje, estão aptas a retornar com suas atividades diárias.

O ex-jogador de futebol e torcedor do Fast Clube, o senhor Guilherme Carvalho, 55, é um desses pacientes. Ele falou da satisfação de ter recebido o tratamento pelo Governo do Estado. Feliz por conseguir respirar melhor, ele frisa que ficou surpreendido com o atendimento que recebeu.

“Eu fiquei surpreso com todo o aparato que tem aqui na Vila Olímpica, com toda essa estrutura para nos receber e atender tão bem. Foi um prazer fazer esse tratamento aqui e me comoveu muito toda a atenção que recebi. Foi tudo 100% e me ajudou muito nessa recuperação. Foi tudo tão bom que estou indicando para outras pessoas”, comentou.

Outra paciente que finalizou o tratamento na fisioterapia é a Gracy Kelly, 45. Ela contou que venceu o vírus mas tinha muitas dificuldades respiratórias. Para ela, chegar ao fim do tratamento com uma respiração melhor é motivo de felicidade, é como nascer de novo.

“A partir de agora eu entro em processo de adaptação e posso dizer que eu nasci de novo, pois o programa RespirAR é excelente e me ajudou muito. Eu estava preocupada com essas sequelas, mas fui agraciada com essa fisioterapia pulmonar, que me deu a chance de voltar a realizar minhas atividades. Essa é, também, uma oportunidade para eu fazer exercícios e fugir do sedentarismo. Me sinto feliz em estar completamente recuperada, viva e respirando graças ao programa”, explicou.

Diante dos profissionais e dos pacientes, o diretor-presidente, Jorge Elias, agradeceu o empenho de todos em atender a população e destacou a importância do programa neste momento da pandemia, e confirmou que a partir de então, será uma política de governo.

“O programa nasceu de uma necessidade de políticas públicas para tratamento de sequelas da Covid, e é uma ação muito interessante, pois dá visibilidade para a importância do profissional de fisioterapia, no mercado de trabalho e ainda mais na pandemia, nessas questões respiratórias e outros benefícios. Quero agradecer ao FPS pela parceria e ao Governador Wilson Lima, que entendeu a importância do programa e que o transformará em política de estado, nos dando a oportunidade de contratar três fisioterapeutas para o quadro de servidores da Faar, que irão atuar diretamente nesse atendimento. Muito obrigado a todos”, finalizou

FOTO: Mauro Neto/Faar

-publicidade-