Responsáveis por 116 bandas e blocos carnavalescos de Manaus participaram de uma reunião, na tarde desta quinta-feira, dia 22, no Centro Integrado de Comando e Controle (CICC), com representantes de órgãos da esfera municipal e estadual para ajustarem os procedimentos legais de realização das festas carnavalescas.

Segundo a chefe do Gabinete de Gestão Integrada do Município (GGIM), Georgia Seki, em âmbito municipal, é necessário que os organizadores obtenham licenças da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e sustentabilidade (Semmas), Secretaria Municipal de Feiras, Mercados, Produção e Abastecimento (Sempab), Superintendência Municipal de Transportes Urbanos (SMTU), Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização do Trânsito (Manaustrans) e Vigilância Sanitária (Visa Manaus), além da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros, no âmbito estadual.
No encontro foi reforçada a necessidade de se ter a aprovação de todos os órgãos competentes para que as bandas ocorram dentro da legalidade.