Amazonas Notícias

Reunião setorial da Lei Paulo Gustavo acontece com a presença de cantores, produtores e outros integrantes da música amazonense 

A Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Amazonas realizou, na tarde desta terça-feira (02/04), das 14h às 17h, no Cineteatro Guarany, mais uma reunião setorial da Lei Paulo Gustavo (LPG), dessa vez com o setor de Música. As reuniões acontecem em cumprimento às exigências do Ministério da Cultura (MinC) e ajudam a ampliar o conhecimento sobre a lei de forma igualitária para todo o setor cultural. 

De acordo com a assessora jurídica da Secretaria de Cultura e Economia Criativa, Anne Paiva, os setores artísticos foram muito afetados pela pandemia e por isso a importância de organizá-los em grupos e garantir igualdade para aprender sobre a aplicação da lei.

“Aproveitamos as reuniões para debater de forma setorial para ajudar a todos na preparação de editais e conseguir maior entendimento da aplicação da lei, pois muitos participantes não têm essa facilidade de entender a linguagem jurídica e nós tentamos simplificar e tirar as dúvidas para democratizar a participação de todos”, informa. 

Para a cantora Tatá Jatobá, a lei é uma oportunidade de fortalecer projetos artísticos e beneficiar a população com shows e apresentações gratuitas. 

“Essa é lei é necessária para nossos projetos, para serem retirados do papel e chegarem na população por meio de apresentações, shows e programações em comunidades, de forma gratuita”, conta.

Marcus Góes, fundador do grupo Samba da Gente, informa que a lei pode ampliar os trabalhos realizados e levar a arte para comunidades que não têm condições financeiras de pagar por shows e eventos. 

“Temos 5 anos de atuação no grupo e, se formos contemplados, conseguiremos mostrar nosso trabalho até em municípios do estado. Conseguiremos fazer trabalhos voltados para comunidades, que muitas vezes, nem têm condições de participar de shows e eventos”, afirma. 

Próxima reunião setorial

A próxima reunião acontecerá nesta quarta-feira (03/05), das 14h às 17h, no Cineteatro Guarany, localizado na avenida Sete de Setembro, Centro, com profissionais de áreas técnicas, produtores e pesquisa.

Fotos: Márcio James (Secretaria de Cultura e Economia Criativa)

Relacioandos